A Era das Conexões reconstrói o atual modelo de consumo

Desde que Philip Kotler iniciou os estudos sobre o comportamento de consumo dos indivíduos aprendemos que as novas tecnologias e as inovações nos meios de comunicação vieram para influenciar nossos hábitos de compras.

Já ultrapassamos a era da guerra de preços, a era da informação, a era da diferenciação e nunca esteve tão evidente, mesmo para as pessoas que não são profissionais de marketing, que estamos vivenciando a Era das Conexões.

Essa fase do marketing já é uma tendência dos últimos 10 anos com o surgimento das redes sociais e das diferentes plataformas de comunicação. Mas neste momento as conexões saíram do ambiente digital, as pessoas estão se conectando além do ambiente das redes sociais e dos likes.

Quanto mais estivermos conectados melhor será o nosso governo, nosso valores, nossa cultura e nossa educação.

A partir do momento que você está conectado com o próximo é sinal que você se importa com ele e isso nos dias atuais faz toda diferença. Conexões vazias dos ambientes virtuais estão a cada dia se pulverizando mais.

A cada dia que passa os consumidores atuais buscam comodidade, conveniência nos meios de consumo digitais, isso é uma realidade devido ao acesso a tecnologia. É impressionante o tanto de discussões que são geradas em torno da contratação de um serviço ou da compra de um produto, tanto nos meios digitais quanto no ambiente físico.

Empresas como Uber, Mercado Livre, Smiles, Ifood, Airbnb, Melius, BlueMe enxergaram essa tendência a pouco mais de dois anos.

Então, qual é a novidade?

A novidade está na relação de consumo. Estas plataformas servem apenas para conectar demanda e oferta de forma inovadora e revolucionária, já pensou que o Mercado Livre é um dos grandes players do varejo brasileiro?

Quantos produtos o Mercado Livre vende?
Nenhum.

A maior frota de transporte de pessoas do mundo tem quantos carros?
Nenhum, viva o UBER.

O Airbnb ou o Trivago possuem quantos quartos para alugar?
Milhares mas nenhum pertence a eles.

Mas ainda assim onde está o detalhe que traz toda essa tendência para o ambiente físico?
A INDICAÇÃO. Em todas estas plataformas você toma a decisão baseada na indicação do outro.

Quando você paga o UBER você o avalia, quando eu te peço a indicação de um restaurante você me indica o IFOOD, quando você pesquisa um quarto no Airbnb você opta pelo quarto mais recomendado.

Em pleno século XXI o marketing mais efetivo volta a ser o tradicional boca a boca. E grandes empresas já estão atentas para este novo modelo de consumo e estão se adaptando para isso.

A maneira mais eficiente de trabalhar com este público é através do marketing de indicação. Na indústria onde trabalho 80% dos novos contratos são indicados por outros clientes.

O sanduba da esquina, a manicure, o salão de beleza, a oficina mecânica, a pousada, o advogado, a padaria, o cardiologista, o dentista, o eletricista tudo que você consome hoje é através de indicação.

E o tanto que você indica as coisas, pensa.

Quantas empresas ou produtos você indicou hoje?

Quantos Reais você ganhou pela indicação da sua amiga para sua manicure?

Grandes empresas estão entendendo que sua opinião vale mais que a do Neimar que nunca andou de GOL 1.0 e fez propaganda na Copa ou da Xuxa que nunca passou Monange no corpo.

O Marketing de indicação vai transformar a maneira que as pessoas estabelecem suas relações de consumo e é sobre este assunto que vou escrever durante todo este ano aqui no IMKT. Se conecte a esse tema! Você não pode ficar de fora desta transformação. Afinal você pode estar perdendo dinheiro.

No próximo artigo vamos discutir sobre a seriedade deste mercado promissor: O mercado da indicação.

 

 

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Deixe um comentário