metricas-de-marketing

As métricas de desempenho de marketing, quando aplicadas corretamente, são a fonte de informações e conhecimento necessário para tomadas de decisões assertivas e planejamentos estratégicos mais eficazes.

A ciência, para definir-se como tal, segundo o dicionário Aurélio, deve necessariamente recortar, no real, seu objeto próprio, assim como definir as bases de uma metodologia específica. Se analisarmos o significado da palavra ciência, veremos que ela vem do latim “scientia” que significa conhecimento. Portanto, a ciência é o conhecimento profundo e racional sobre um assunto, que baseia um método próprio. O conhecimento, dessa forma, é a conclusão de vivências e experimentos sistemáticos e concretos, resultantes em uma técnica.

Mas, o que isso tem a ver com o marketing? Eu diria que tudo.

Para traçar planos de ação, analisar resultados, identificar tendências de mercado e de comportamento, o profissional de marketing precisa de conhecimento. E esse conhecimento se dá pela análise de dados e interpretação de padrões, o que requer o emprego de métricas precisas e claras.

A análise sistêmica de dados e a investigação quantitativa são a chave de qualquer conhecimento aplicável como base para definir as ações de marketing e mensurar os seus resultados.

Segundo o livro Marketing Metrics: 50 + Metrics Every Executive Should Master, “métricas são sistemas de mensuração que quantificam uma tendência, uma dinâmica ou uma característica”.

Indicadores como, a análise de rentabilidade de um produto, a taxa de churn, o grau de satisfação de clientes, o volume de vendas com e sem promoção, o break even point, entre tanto outros, podem e devem ser mapeados e analisados pela área de marketing.

Para isso, existem muitas ferramentas de quantificação de variáveis e apoio analítico que facilitam a tomada de decisão e a análise de resultados, melhorando o alinhamento da área de marketing junto às estratégias empresariais.

Quanto mais os profissionais de marketing passarem a quantificar suas ações e resultados, a ponto de mostrarem um retorno positivo e mensurável, mais a área ganhará credibilidade e destaque junto à cúpula das organizações.

Pense nisso:

As empresas investem em marketing por que querem ver resultados práticos e isso não se mostra com interpretações subjetivas. Sendo assim, o uso de métricas e análise de indicadores pode ser a bússola para guiar os caminhos de qualquer negócio.

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

3 comentários

  1. Muito bom Pri!

    Particularmente eu adoro trabalhar com o desenvolvimento e analise de métricas, isso êh muito importante como critério de avaliação também.
    O seu texto ficou muito claro e objetivo.
    Os números falam por si! E ter uma Logica para analisar e avaliar as ações êh primordial.
    Abraco

  2. Kaká Ambrósio

    Bom dia. Foi citado no post a existência de ferramentas para a avaliação das ações de mkt. Poderia exemplificar e indicar algum ou alguns sistemas, Caso existam disponíveis para acesso online? Obrigado e parabéns à equipe pela iniciativa do blog. Bastante interessante e útil. Aguardo retorno. Abs. Kaká

  3. Luis Paulo

    Boa tarde Priscila,

    Realmente, as áreas de Marketing pecam perante as justificativas sobre custos. Para solicitar verbas e aquisição de material seria interessante mensurar a eficácia e a eficiência das ações.
    Compartilho a mesma dúvida da Kaká Ambrósio… Que ferramentas poderíamos utilizar?