Bitcoins: Investimento, Futuro ou Mais uma Bolha Econômica?

Já estamos chegando ao final do primeiro mês de 2018, e muitos são os assuntos que pairam na cabeça dos brasileiros, tais como: as novas regras trabalhistas e suas consequências, se haverá ou não a reforma trabalhista, o julgamento e condenação de um ex-presidente, as eleições gerais desse ano e também se essa onda e todo o comentário sobre os Bitcoins, suas ramificações e similares se justificam, ou se temos uma nova “modinha” ou mais uma bolha econômica dos últimos 20 anos?

A moeda virtual (basicamente o Bitcoin), é um fenômeno. De um exercício de mineração de dados criado por Nerds para Nerds (incluindo esse que vos escreve), para a moeda virtual que vale milhares de dólares a unidade e que dizem já ter criado os seus milionários, quiçá, bilionários.
Corretoras de Bitcoins se espalharam por todo o mundo (a ponto de ter uma corretora em meu prédio que anuncia os seus serviços no painel de avisos do Hall do elevador), bem como meus alunos estudando feito loucos esse mercado, todos querendo saber informações e vários me perguntando se vale a pena o investimento.
Bancos tradicionais dificultando a vida de quem trabalha ou investe em BItcoins e todo um lobby para que os governos liberem ou dificultem a circulação de tal forma de pagamento.

  • Toda essa discussão vale a pena?
  • Seria o Bitcoin e todas as moedas virtuais, com seu apelo um tanto quanto anarquista, realmente o futuro econômico mundial?

Minha resposta: Não sei.

Nos meus 39 anos de idade, aprendi a ter cuidado com as coisas que se apresentam como o “futuro irrefutável”, ou no “que vai ser assim e pronto”. Em minhas análises comparo esse mercado de moedas virtuais com a bolha das “.com” do final dos anos 90 e início dos anos 2000, quando se acreditava que todo o universo físico seria migrado para o universo dos bits e bytes. Na visão dos futurólogos (e confesso que fui um entusiasta), tudo seria feito pela internet, não haveriam mais lojas, shoppings ou bancas de jornal. Supermercados seriam coisas da idade da pedra. Todas as grandes corporações seriam substituídas por Startups a partir da internet. Planos de negócios de todos os tipos surgiram sem que o cálculo de ROI fosse confiável, o que obviamente se demonstrou uma tragédia. Embora alguns tenham enriquecido, a falta de confiança em resultados, bem como, planos obscuros e sem a devida “monetização”, fizeram com que a bolha estourasse, e muitos engoliram a seco os prejuízos, ou seja, a tríade histórica: falta de regulamentação, euforia e falta de resultados, tinha feito o seu estrago.

É esse o cuidado que prego nesse momento com os Bitcoins. Se não há uma regulamentação clara com as moedas virtuais, tal euforia com preços extremamente voláteis, várias moedas similares surgindo, podem ser os indícios de uma reprise de outrora. O futuro sempre haverá de bater em nossas portas, porém sempre haverão aqueles que tentam se aproveitar da euforia pelo dinheiro fácil que sempre existiu na história do ser humano. Vai da disposição ao risco de cada um de nós.

Só tome cuidado… os bons profissionais são aqueles que calculam os riscos e tem estômago suficiente para lidar com as próprias decisões!

Ótimo 2018 para nós!

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Deixe um comentário