Como criar conexões poderosas em sua comunicação?

Caro leitor seja muito bem vindo a mais um artigo, e parabéns por dedicar um pouco do seu tempo a leitura (uma honra que seja o meu artigo) que seja muito útil a você! E como havíamos combinado, vamos somar à nossa série sobre COMUNICAÇÃO. Hoje vou falar sobre como estabelecer conexões poderosas, com as pessoas que você se relaciona e que ainda vai se relacionar, tanto em seu ambiente profissional como no pessoal.

Você pode estar pensando duas coisas agora: Julio, como assim se conectar a qualquer pessoa? Ou, eu quero isso pra minha vida! (risos).

Sabemos (principalmente você que já leu meus outros artigos da série), o quanto a comunicação é poderosa. Ela pode abrir qualquer porta, seu trabalho será querer entrar.
Agora, respondendo a sua pergunta e de outras muitas pessoas que nos manda mensagens nas redes sociais: Julio, como assim se conectar a qualquer pessoa?

A comunicação já é uma ferramenta que tem como objetivo, desde a época das cavernas, criar uma conexão uns com os outros, para promover o “entendimento” dos procedimentos em viver em grupo. Então, o que vou falar aqui não tem nada de novo, o que possivelmente será novo é a interpretação da utilização da ferramenta comunicação como estratégica.
Utilizamos todos os dias à comunicação, verbal e não verbal, para viabilizar diversos desejos, comprar um pão, pedir algo ao colega de trabalho… e tudo isto fazemos automaticamente, ou seja, não pensamos: agora, vou dizer Olá, depois perguntar se vai bem, em seguida…

Sabe por que não pensamos pra executar tais comandos mentais?

Porque um dia você já fez isto. Pode ter sido quando criança ou mesmo um pouco depois. Fato é que seu cérebro APRENDE, comunica no automático, sem buscar mais o passo a passo. Sei que ainda não respondi sua pergunta, então, aí vai!

Primeiro passo: saia do automático

Este é o objetivo principal deste artigo, fazer você sair do “automático comunicativo” e entrar no “estado de vigília”, percebendo tudo e comunicando de propósito. Saindo do automático você provocará suas principais vantagens no processo comunicativo. Vou explicar melhor. Nas próximas cinco interações que for fazer, observe não o outro, mas você mesmo. Veja como você funciona, seus resultados, como se comunica, gesticula, e como usa o tom de sua voz (diferente para de acordo com os interesses). E faça uma lista com esses pontos. Pode ter certeza, para todas as situações parecidas, você faz do mesmo jeito.

Segundo passo: análise sua comunicação

Se você nunca se analisou, não se preocupe é simples. Basta você pegar dois pontos de seu processo de comunicação e avaliar: Pontos Fortes (que dão certo);

Pontos Fracos (precisa melhorar).

Lembre-se, no primeiro passo você já fez uma pesquisa sobre você mesmo, agora é pegar essas informações e trabalhá-las. É importantíssimo que neste processo você LISTE cada ponto, principalmente, os pontos a melhorar. Seja verdadeiro e não se sabote.

Terceiro passo: exercite-se!

Depois de realizar um processo árduo de autoanalise (não reclame, meus alunos de comunicação ficam loucos, mas depois agradecem), agora é exercitar, usar todos os seus novos poderes comunicativos, desenvolva uma comunicação de alto impacto.

#ficaadica

Lembre–se: a comunicação parte de você e volta pra você.

O único responsável pelo que o outro entende é você mesmo. Faça-se entender de propósito e fará conexão com qualquer um em qualquer lugar.

Não se esqueça de deixar seu comentário sobre suas experiências comunicativas depois dos exercícios propostos neste artigo. Compartilhe com seus amigos comunicadores. Até a próxima!!!

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Deixe um comentário