Dicas de comunicação: Faça contato visual

Caro leitor, muito bem vindo a mais um artigo de nossa série que tem objetivo de ajudar a desenvolver uma comunicação de alto impacto, e a “bola” da vez é a PRÁTICA DO CONTATO VISUAL no processo comunicativo. Processo básico e imprescindível na interação interpessoal.

Vamos rever uma informação, já passada em outras dicas que estão aqui no blog (não esqueça de ler meus outros artigos ok?!), de acordos com estudos do professor Albert Mehrabian, realizados em 1950 já trazia que mais de 50% do processo de comunicação é realizado pelo nosso sistema visual.

Claro que salvo as exceções, das pessoas que a programação neurolinguística identifica como seus principais meios de recepção de informação (canais representacionais) auditivos, cinestésico, olfativo, gustativo. Mas, não podemos negar que uma boa parte da população tem sua principal fonte de recepção o canal visual. Por isto a importância de se entender e praticar estrategicamente essa habilidade. Como é básico ao nosso conteúdo, realize sua leitura fazendo uma autoanalise de seu atual funcionamento no processo de utilização desta ferramenta visual, certeza que está leitura irá mudar alguma coisa em sua percepção. Vamos lá?!

Contato visual conecta as pessoas

Por incrível que pareça, pessoas que se utilizam bem do contato visual são pessoas, em geral, muito bem relacionadas. São pessoas que normalmente causam um sentimento positivo com quem se relacionam, como acolhimento, cumplicidade, parceria, honestidade, sinceridade, segurança. Você deve esta fazendo uma análise agora, das pessoas com as quais você se relaciona e até uma autoanalise, e é este o proposito deste artigo, que você desenvolva massa crítica para avaliar e utilizar a ferramenta visual.

Como fazer o contato visual adequado

Não é segredo pra ninguém que tem muita gente praticando a ferramenta visual de maneira inapropriada, para isto descrevo a seguir alguns dos equívocos que espero que você não cometa (eu já cometi vários):

  • Olhar fixamente não é bom:

Mito. Dizer que olhar fixo para o outro passa segurança, ao contrário, deixa o interlocutor constrangido e por consequência, inseguro. O segredo não está em olhar fixo, e sim, em gerar com o olhar um ambiente acolhedor para o outro, e é claro que só será invasivo se você ultrapassar o limite do outro. Faça o contato e espere a resposta, se não vier na mesma intensidade regule, ou não faça.

  • Mantenha distancia:

Outro problema cometido por muitos, é fazer um contato muito próximo, as vezes próximo até demais. Por favor, não cometa este gravíssimo erro, isto sim, é invadir o espaço do outro, e ninguém, absolutamente ninguém gosta disso. Fica a dica.

  • Olhar alternado:

Já falei pra não fixar o olhar mas também não deixe o olhar disperso. No processo comunicativo utilize olhares horizontais de vez em quando, evite abaixar o olhar, isto pode passar insegurança para o outro.

  • Eu olho, mas não olhe pra mim:

Um erro comum na troca de olhares no relacionamento interpessoal é deixar que a timidez comande o dialogo, ou melhor, a sua cabeça, bloqueando o contato visual. Olhe de acordo com o outro e não tenha medo, não vai te “morder”.

  • Utilize o olhar para reforçar a mensagem:

O olhar pode e deve ser utilizado para contar uma história, exemplificar como fazemos com nossos movimentos. Não desperdice essa tão poderosa ferramenta de comunicação, saiba, que a utilizando corretamente você poderá vender qualquer ideia, e se comunicar com grandes plateias de maneira incrível.

Agradeço por ter lido até aqui, e não deixe de acompanhar os próximos e antigos artigos com muitas dicas para dinamizar sua comunicação, prometo!

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Deixe um comentário