Gretchen: Como transformar memes em estratégia de marketing

Para tudo gente! Esse mês eu pretendia escrever sobre outro assunto, mas fica para o próximo! Assim como o tom “sensacionalista” da frase acima foi o lançamento do lyric vídeo da música Swish Swish da cantora Katy Perry, pelo menos aqui no Brasil. E o motivo foi nada mais, nada menos que a participação dela, a nossa diva dos memes: Gretchen.

Como você pode estar lendo esse artigo bem depois dele ter sido publicado, vou deixar a data registrada: julho/2017.

Do dia 02 de julho, quando Gretchen avisou a seu público sobre sua participação, ao dia 03 de julho, data de lançamento do clipe, houve uma explosão de menções a essa música nas redes sociais.

A tag #SwishSwishGretchen esteve no topo dos assuntos mais comentados do Twitter no mundo.

Além disso, ela foi destaque em portais de notícias, jornais, blogs e inúmeras publicações.

Até quem não gosta das famosas MPB (Música Para Balançar) ou não sabe quem é Gretchen (gringo não sabe/sabia!) foi impactado pelo buzz gerado em torno do assunto.

Atualmente, a Anitta tem sido nosso exemplo mais bem sucedido na busca por parcerias no mercado externo. Entretanto, ela e sua equipe fazem um trabalho árduo e intencional no sentido de concretizar tais ações. Cada movimento é estratégico.

O mesmo não pode se dizer da cantora Gretchen. Ela tem se aproveitado mesmo é da sua grande repercussão e reconhecimento na internet.

Isso se deve, principalmente, a alguns fatores como:

1) O Brasil é uma fábrica de memes

2) Ela não se importa em ser reconhecida como tal

Esses dois aspectos juntos a alçaram a um sucesso na internet maior que o esperado.

Gretchen se destaca apenas por ser quem é. Diga-se de passagem, seu histórico não é pequeno, nem irrelevante.

Sua carreira teve início em 1979 e isso já tem 38 anos.

São várias músicas de sucesso em um total 15 discos lançados.

Além disso, ela já participou de inúmeros materiais publicitários e começou a viralizar na internet em 2011 quando foi vista trabalhando como garçonete nos EUA.

Essa também era uma estratégia de marketing e que gerou resultados, pois ajudou a cantora a voltar a ter destaque no Brasil e ainda divulgou a lanchonete.

Ela é polêmica e não se incomoda com isso. Já casou 17 vezes, tem um canal no youtube, participou de realitys e foi candidata a prefeita. Spoiler: não ganhou. Teve menos de 400 votos.

Porém, 400 é outra marca dela.

No youtube, em apenas 40 minutos o vídeo de Swich Swich alcançou a marca de 400 mil visualizações.

E agora, enquanto escrevo, já ultrapassou os 10 milhões. Não é pouca coisa, considerando que as cantoras Katy Perry e Nicki Minaj sequer aparecem no vídeo.

Além disso, a produção do clipe parece muito simples, não há nem mudança de figurino e certamente não deve ter custado milhões de dólares.

A Gretchen ajudou a divulgar a música e torná-la ainda mais especial para os brasileiros, apenas fazendo sua especialidade “sendo ela mesma”!

Gretchen não importa em figurar inúmeros memes o que a torna uma figura carismática e mito nacional. Bem, ela não só não se importa com isso, como estimula.

Sua trajetória combina com o tom da música e faz todo sentido para o público-alvo. Por isso, o sucesso instantâneo.

E essa repercussão tem gerado a ela bastante trabalho e reconhecimento. Na mesma semana, ela participou também de um vídeo de divulgação da série Glow na Netflix.

Diz se isso não é a fórmula do marketing de sucesso?

DO MEME AO MARKETING VIRAL

O conceito de marketing viral a princípio pode não parecer muito interessante. Porém, depois de entender o que ele representa, não há um só profissional de marketing que não irá desejá-lo em seu portfólio.

O marketing viral produz mídia espontânea e faz com que a sua marca se destaque entre os demais, criando laços com o público-alvo que o ajudam na hora de escolher a sua marca entre todas as disponíveis.

Porém, criar um viral não é tão simples. Você precisa entender profundamente seu público e o motivo pelos quais ele compartilha algo.

De modo geral, o conceito do marketing viral é estabelecido em cima da ideia de diversão.

Afinal, você compartilharia algo ruim? Até poderia, mas normalmente não é o que as pessoas fazem.

A chance de compartilhar algo que te faz sorrir, nas redes sociais, é bem maior.

E é isso que o Marketing viral procura explorar.

E além de ser um conteúdo divertido, ele se destaca por se espalhar tão rápido que nem há tempo para identificar como surgiu. A velocidade de propagação é semelhante a uma infecção e daí o termo “viral”.

Por isso, a partir do momento que a sua campanha ganha esse status, as chances de impactar mais pessoas se torna ilimitada.

Porém, nem toda campanha tem essa força toda. Sendo assim, ao criar campanhas com o objetivo de torná-las virais é comum o uso de personalidades que possuem destaque e relevância com determinado público.

E, normalmente, os maiores influenciadores são vlogueiros, blogueiros, cantores, artistas e pessoas comuns que estão sempre sendo citadas na internet por algo “engraçado” que fizeram.

Não foi “do nada” que a fama de Gretchen chegou aos ouvidos da equipe de Katy Perry e os ajudaram a criar um clipe que pudesse ser tão interessante para o público daqui.

FÓRMULA PARA UM BOM MARKETING VIRAL

Se há algo que não tem fórmula específica é a produção de um viral. E, na maioria das vezes, ele ocorre sem ser intencional.

Porque marketing viral não pode parecer algo totalmente planejado. Se o público desconfiar de que seu objetivo primordial é que ele seja propagador daquela ação, ele não irá colaborar.

Alguns componentes básicos de um viral são:

  • Parecer espontâneo: Não deve parecer que planejado. Melhor ainda se parecer que aconteceu por acidente.
  • Simples: Se foi um “acidente” não pode ser algo muito elaborado.
  • Inesperado: A característica principal é o fator surpresa.
  • Presente em várias mídias: Deve ser facilmente encontrado em qualquer mídia social
  • Foco no compartilhamento: Precisa ser um conteúdo facilmente compartilhado entre as pessoas.
  • Relevante: Deve ser algo que interessa ao seu público-alvo.
  • Geralmente, o marketing viral usa poucos recursos e gera um retorno imenso.

Conseguir que seu marketing se torne um viral é a consagração de uma campanha!

E, se está curioso para ver o vídeo que gerou tanto buzz e motivou esse artigo, aproveite o momento:

Katy Perry – Swish Swish (Lyric Video Starring Gretchen) ft. Nicki Minaj

Divirta-se e deixe nos comentários sua opinião sobre o assunto!

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Deixe um comentário