Share BH – Um evento para movimentar o conhecimento

#EmConstanteMovimento. Essa é a hashtag que define o Share. E combina muito, pois o evento veio para movimentar nossas ideias em relação a tudo que está sendo produzido no mercado de marketing digital.

Todas as palestras e o painel que foram apresentados no Share BH trouxeram aprendizados importantes, inspirações profissionais, cases de sucesso e lições sobre o que grandes, médias e pequenas empresas estão criando para atingir seus objetivos e como o marketing digital está sendo um aliado nesta estratégia.

Para quem ainda desconhece esse evento, é importante ressaltar que o Share surgiu em 2013, com o objetivo de preencher uma lacuna de eventos e cursos com foco no digital em alto nível.

Até o momento já foram realizados 35 eventos em mais de 8 estados e nas maiores faculdades do País como ESPM, Mackenzie, PUC, UniCeub, Senac, entre outras, qualificando neste período mais de 7000 pessoas.

Em 2016 o Share foi reconhecido pela ADVB RS, no Prêmio TOP DE MARKETING ADVB 2016.

E em 2017 não poderia ser diferente! A edição BH que aconteceu no dia 07 de outubro, no IBMEC foi mais uma oportunidade do Share demonstrar porque está na lista dos Top eventos de marketing.

Do credenciamento, passando pelas palestras e encerramento o evento pode ser considerado um tremendo sucesso. Tudo muito organizado e bem preparado.

Grandes nomes do cenário de comunicação e marketing nos deram oportunidade de aprender um pouco mais, receber dicas e insights do que está sendo produzido pelas empresas brasileiras cenário atual.

No total foram seis palestrantes e um painel onde 5 profissionais discutiram o mercado de comunicação com foco em Belo Horizonte.

Cada palestra teve um tema central e cito alguns dos pontos discutidos para reflexão.

O primeiro palestrante do dia foi Daniel Gasparetti com o tema “Hackeando sua Marca”.

Daniel abordou que no contexto digital, saber desconstruir uma marca é tão importante quanto saber construí-la. Por isso, quem pensa na estratégia precisa aprender a hackear e adaptar o posicionamento da marca para mantê-la relevante.

Dominar e aproveitar ao máximo as possibilidades das ferramentas digitais é requisito básico para quem quer realizar esta técnica.

A segunda palestra do dia foi: Conteúdo e Utilidade: criando projetos que fazem a diferença na vida das pessoas com Larissa Magrisso.

Larissa traz como proposta para se destacar em um ambiente de constante disputa por atenção e dispersão cada vez maior do usuário, que as marcas se tornem de fato úteis.

Somente desta maneira, interromper a experiência do usuário poderá não ser considerado um ato negativo e causar um efeito contrário ao desejado.

Para exemplificar a sua proposta, Larissa compartilhou com os participantes alguns dados como o fato de termos apenas cerca de 1,7 segundos para capturar a atenção da audiência e cases que comprovam a eficácia dessa estratégia.

E para encerrar as atividades da manhã, Mensuração de Influenciadores foi tema da palestra de Carol Zaine.

Com a facilidade criada pela mídias sociais, houve um aumento expressivo de pessoas que são consideradas influenciadoras em diversos segmentos.

As marcas já perceberam que utilizar essas pessoas como meios de divulgar seus produtos e serviços traz um retorno positivo. Mas quanto? Como avaliar além dos likes e extrair indicadores?

Para responder às inúmeras dúvidas como essas, vários cases foram apresentados de forma que foi possível entender como criar e mensurar essa estratégia de maneira correta.

O período da tarde também foi repleto de excelentes temas, com a discussão de cases e assuntos muito importantes para a área profissional.

Fernando Drudi trouxe a palestra Muda ou Mata? O que o Digital faz com os meios tradicionais. Sem pós-verdades.

O digital vai mudar ou matar o jeito tradicional de fazer comunicação? Eis, uma pergunta sem resposta. Somos uma geração transacional, mas a que está chegando agora já acha que a internet é como energia elétrica.

Embora as mídias tradicionais ainda sejam muito fortes, já estamos presenciando cerca de 90 porcento dos brasileiros online por semana por device mobile.

Entretanto, Fernando conclui que apesar de tantas mudanças, as pessoas ainda gostam de ser surpreendidas e destaca que para criar emoções nas pessoas é preciso uma boa ideia e não apenas ferramentas.

Desejos e necessidades é o que move as pessoas, os conteúdos devem ser direcionados para responder a isso.

Renato Rogenski trouxe a palestra “Nunca foi tão Rápido” para discutir como as redes sociais mudaram o jornalismo e como criar conteúdo no dia a dia.

Será que faz sentido ser o mais rápido? Ou, é melhor ser mais correto e menos rápido?
A maneira de acompanhar e produzir notícias está passando por uma intensa transformação.

O foco deve estar em como atingir a mente e o coração do público através de ação, interação, conversa, entretenimento.

O painel: Passado, Presente e Futuro do Mercado de comunicação em BH foi mediado por Bruno Lacerda e debatido entre Elis Amâncio, Gutenberg Almeida, Alexandre Estanislau e Thiago Miqueri. Esses profissionais conhecem bem o mercado mineiro, especialmente Belo Horizonte e trouxeram um panorama da nossa realidade e nos deram insights sobre o que esperar, onde investir nosso foco e aprendizagem, entre outras colocações e reflexões muito interessantes para quem deseja atuar nesse mercado.

E para finalizar o assunto foi o Twitter como Ferramenta de Construção de Marca com Elisa Santilli.

Elisa trouxe cases interessantes, apresentou inúmeros resultados que o Twitter pode apresentar para as marcas e deu dicas de como extrair o máximo da plataforma utilizando-a em estratégias de marketing digital.

A facilidade em obter dados, analisar métricas e descobrir os resultados das campanhas torna o marketing digital indispensável a qualquer estratégia.

Porém, assim como as pessoas que queremos conhecer, entender e criar estratégias para atingir, ele se transforma o tempo todo, está em constante movimento. É preciso estar atento para acompanhar as diversas tendências e variáveis.

A lição que fica é que o marketing digital é um campo muito vasto e ainda há muito a ser explorado. Então, coloque-se em movimento e mãos à obra!

 

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Deixe um comentário