Anúncios: como ser visto e nunca esquecido?

Meu perfil pragmático mesclado com o experimentador me induziram a visão de que sem vendas a empresa não vive e sem marketing não sobrevive, tendo como inspirador os conceitos acadêmicos, que afinal, foram feitos na inspiração observativa de ações que davam certo e ajustadas em relação aquelas que não deram.

Meu artigo faz uma abordagem do prático para o acadêmico, na tentativa de mostrar exemplos engrandecedores e de chamar a atenção para a necessidade eminente das empresas buscarem os conhecimentos de um consultor mercadológico. Um caso me chamou a atenção. As vendas de uma empresa até que iam bem, em uma crescente. Certo dia, elas pararam de crescer para logo depois e rapidamente começarem a cair.

O empreendedor me consultou na tentativa de obter uma explicação que o deixasse convencido de que estava certo. Em nosso encontro, ele se mostrou preocupado, questionei como estavam seus investimentos em marketing, e tive que ouvir que ele ia muito bem, mas que suspendia os anúncios na sazonalidade decrescente. Meu diagnóstico: não sabe o que é marketing e nem sabe como funciona.

Conhecendo a empresa e a qualidade das suas operações, justifiquei que a sua visão de não anunciar na sazonalidade estava equivocada e que era um erro.

Lembrei do “case” da Chandon, fabricante de espumantes nacional de um grupo francês que decidiu encarar o ambicioso desafio de mudar hábitos de consumo dos brasileiros, na tradicional terra da cerveja e da caipirinha. A ideia é mostrar que espumante não é sinônimo apenas de Ano Novo e formaturas, mas de todos os momentos de comemoração.

Para ganhar mais adeptos da marca, a estratégia foi manter campanhas o ano todo, inclusive no verão. Moral da história, praticamente em todos os eventos, de qualquer magnitude, tem que ter um garçom servindo um espumante.

Ações que fortalecem o consumo dos produtos em épocas de vendas que ocorrem normalmente não é novidade, é lugar comum e muito comum. O que o consumidor quer é ver o novo, o que efetivamente mexa com os sentimentos, trazendo recordações de momentos importantes e felizes. Ações em momentos não costumeiros fogem da rotina, atrai e assim, a marca vai se fortalecer mudando hábitos de consumo, criando uma relação de intimidade e identificação com o consumidor.

Isso se traduz em crescimento. Fica uma dica de grande importância e que poucos sabem ou têm consciência: a empresa só cresce com o aumento do número de clientes, nunca com o aumento do faturamento. Lucro é sinônimo de venda saudável e controles efetivos.

Colocar a verba de marketing já na precificação é prova de que o planejamento da empresa existe. Ela deve envolver tudo que vai para comunicação, seja um brinde, um presente, descontos, ações de endomarketing e até a redução do faturamento em função dos descontos concedidos. Dentro dela deve ser previsto um orçamento ininterrupto para publicidade e propaganda.

Esteja em diálogo com o cliente o ano todo, tenha sempre à mão uma boa agência, com um atendimento dedicado e disponível, que tenha a sua empresa como prioritária para o negócio deles. As suas vendas devem ser o objetivo final das campanhas. Uma boa agência é a que está disposta a desprender esforços em descobrir como fazer com que a sua empresa venda mais e sempre.

Cuidado com quem pensa saber tudo. Campanhas mirabolantes e a pirotecnia tradicionalista são ótimas para tomar dinheiro de tolos.

Enfim, anunciar o ano todo é possível, necessário e uma ferramenta fantástica com dupla função: manter a concorrência longe e manter sempre perto e dentro do seu negócio os consumidores. Não pare de fazer propaganda.

Participe, deixe seu comentário, leia as outras colunas, tenha o nosso blog como sua leitura diária. Mande sua sugestão de pauta para professorfreire2008@gmail.com.

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

1 comment

  1. Fabio Bouzas

    Caro Mestre, boa noite!

    Excelente artigo. Acredito mestre que o que falta é uma mudança de pensamento da maioria dos empresários. Resumir o marketing a intervenções esporádicas não solidifica a projeção do produto ou serviço no mercado. Apenas um investimento constante em mkt é capaz de conduzir a empresa ao destaque no cenário mercadológico e criar um vinculo com o cliente além do consumo. Uma relação próxima que fomente uma rotina, uma intimidade.