Aplicações do Marketing no Plano de Negócio

Segundo Batista Gigliotti, Plano de Negócio é um conjunto de informações organizadas de forma a simular um modelo de negócio que permita sua análise e compreensão integral e que auxilia na tomada de decisão.

Partindo desse princípio, podemos dizer que o Plano de Negócio é uma ferramenta fundamental de apoio ao empreendedor em diversas situações, tais como:

  • Start-ups: para um novo negócio;
  • Expansão de uma empresa;
  • Lançamento de produto;
  • Lançamento de campanha;
  • Proposta de parceria;
  • Dentre outras…

Para quem pretende montar um Plano de Negócio, segue um passo-a-passo  muito útil:

1. “Brainstorming”: Essa tempestade de ideias serve para pensar em várias possibilidades, mas é necessário que uma pessoa anote as sugestões para que depois outra pessoa possa avaliar as que são aplicáveis a curto, médio, longo prazo e descartar as inviáveis. DICA: um Brainstorming produtivo dura no máximo 60 minutos.

2. Refletir profundamente no porque fazer um Plano de Negócio: diariamente você se depara com uma necessidade, afinal quem nunca reclamou porque sentiu falta de um produto ou serviço? Essa reflexão é fundamental para entender as necessidades que você pode, através da sua ideia, resolver.

3. Definir claramente quem será o seu público alvo: Existe um velho ditado que se aplica nessa situação: “Quem não sabe para onde quer ir, qualquer lugar está bom”. Ou seja, busque, estude os públicos e defina bem o que você tem para eles. Avalie friamente os pontos positivos e negativos de cada situação e as possíveis soluções para elas.

4. O que eles precisam saber: A comunicação faz parte de qualquer negócio. Defina os atributos que você quer comunicar, numa linguagem adequada e clara a cada público.


5. O que você necessita deles:
Conheça os hábitos e comportamento do seu público alvo, busque informações sobre sazonalidade e outros fatores que podem impactar o seu negócio, seja em quantidade, tempo ou outra variável.

6. Listar quais informações já estão disponíveis: Existem empresas especializadas em pesquisas, mas nem sempre o empreendedor, ou até uma empresa em atividade, tem budget para investir em pesquisa, então busque informações sobre o negócio, tendências e o que mais julgar importante em fontes confiáveis, tais como Sebrae, Endeavor, IBGE, Câmara de Comércio…

7. Listar quais devem ser ainda pesquisadas: Se  você não encontrar determinado item na pesquisa, faça uma lista e busque outras alternativas, versatilidade precisa fazer parte de quem quer empreender. Dê foco para o que você considera importante.

8. Projetar o timing de realização do plano: Determina  prazos e cumpra-os. Ao construir um plano de negócios é natural que surjam dúvidas ou outras variáveis, mas manter o FOCO e DISCIPLINA é fundamental para ter bons resultados.

9. Refletir sobre a forma de sua apresentação: No decorrer do trabalho, anote os pontos que você considera importante para se lembrar na hora de apresentar o seu Plano de Negócio. Tenha em mente também que a sua comunicação precisa ser orientada a cada público, ou seja: na comunicação com um investidor explore as vantagens do negócio, os pontos fortes, por uma questão de transparência, comente dos pontos negativos, mas cuidado para não fragilizar o  negócio. Se a conversa for com um possível sócio,  adeque o foco da conversa para fazer uma apresentação que cative e deixe as pessoas interessadas.

DICA: independente da reunião ser com um investidor ou possível sócio, só entregue o Plano de Negócio impresso depois da apresentação, se entregar antes, vai tirar o foco.

Espero que essas dicas colaborem para quem está ou vai empreender.

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Leave a Reply

26 comments

  1. Fabio Passerini

    Oi Priscila,

    O ponto 2, que mostra a importância da reflexão dos motivos do seu negócio, é um dos passos mais relevantes e geralmente mais negligenciados. Quantas vezes vemos negócios serem abertos e nos perguntamos: “será que não pensaram que este ponto ou este produto não fazem sentido?”. Certamente faltou reflexão.

    Ótimo texto, parabéns!

    Fabio Passerini

  2. Obrigada pela sua participação Fabio!

    Concordo, descobrir o que vai fazer, quais as possibilidades de uso dele e afins precisam ser conhecidas, afinal a concorrência é algo que a cada dia fica mais forte!

  3. Eduardo Meléndez

    Priscila,

    Os pontos 3,4 e 7 são relevantes para completar o plano de negocio e realmente o marketing pode ajudar a determinar claramente o publico alvo e o que devemos comunicar, o mais importante é que muitas empresas e/o empreendedores não usam estas ferramentas para poder validar se seu negocio o idéia pode ter êxito. Obrigado por fazermos pensar e fazer um auto-estudo!! Eduardo.

    • Obrigada pela visita Eduardo!

      Fico feliz em saber que esse texto pode colaborar para que os leitores reflitam sobre como desenvolver um plano de negócios.

      Abraço e nos vemos!

  4. Alessandra Alkmim

    Excelentes dicas Pri! Ontem mesmo falei sobre isso em uma reunião. Estou lendo um livro que indico aqui pra vcs: Business Model Generation – Inovação em modelos de negócios. É exatamente o que vc diz aqui e serve de bíblia para todos aqueles que, como eu, sonham em empreender um ótimo negócio. Parabéns! Vou divulgar no face se me permite! Beijos.

    • Olá Alê!

      Que ótimo que tenha gostado, claro que pode compartilhar, te agradeço!

      Sempre que falamos em empreender não podemos nos esquecer do fator inovação, e saiba que sempre me lembro de você e busco me inspirar com as suas dicas, essas duas áreas são irmãs gêmeas!

      Acho que esse livro que você indicou, meu chefe comentou sobre ele essa semana, rs, acho que é um sinal para eu ler também!!!!

      Beijos!!

  5. Clayton Alves Cunha

    Ótimo Texto Priscila!

    Para mim, os ítens 3 e 7 são de fundamental importância e muitas vezes visitados superficilamente nos Planos de Negócios…. por mais absurdo que possa parecer, existem muitas empresas que não tem seu público-alvo definido…

    Parabéns pelo texto!

    []’s

    Clayton Cunha

    • Obrigada Clayton!

      Concordo com você, existe de tudo no mercado e muitas empresas pecam no básico….

      Abraço!

      Priscila

  6. Gloria Franco

    Muito bom Priscila, gosto de ver pessoas interessadas em compartilhar conhecimentos. Os textos do blog deveriam ser publicados também no Facebook.

    • Obrigada pela visita Gloria.

      Vamos verificar essa questão dos posts no facebook do projeto!

  7. Excelentes dicas! A questão 3,4 e5 é de fundamental importância em se tratando de um Plano de Negócio. Em qualquer situação deve-se levar em conta esses três itens que considero fundamentais.Já vi muita empresa afundar por não definir claramente seu público- alvo.
    Abraços.Sucesso!

  8. Maria!

    Agradeco a sua visita!

    Infelizmente muitos empresários, empreendedores ou profissionais responsáveis por determinadas áreas nao levam em consideracao esses pontos e isso acaba impactando, e muito, no resultado esperado…

  9. Nossa! Adorei as dicas, muito bem colocadas. Esse passo a passo é muito útil. Gostei também da dica final. Realmente, a entrega do material antes da apresentação acaba desviando o foco.

  10. Oiiiiiii Andrei!

    Que bom que gostou!
    A ideia é essa mesma, dar alguns toques para ajudar o pessoal, a acredito que as mais “bobas” sao as mais úteis!

    Abraco!

  11. izabela reis

    Oi prisclia. Parabéns pelo post. Foi muito bom voce tratar deste tema. Existe ainda o mito que o plano de negócios e somente para quem quer abrir um negócio próprio mas é um instrumento muito importante para ajudar a empresa a atingir outros objetivos. Seja ele lançar novos produtos, aumentar seu mercado, reposicionar sua marca. Acredito tambem que seja um documento que deve ser revisto quando necessário. Parabéns.

    • Izabela!

      Isso mesmo, é bom deixar claro que o Plano de Negócios não é de uso exclusivo para quem quer empreender!

      E lembrei de outra dica: vamos supor que você fez um plano de negócio, no primeiro ano, reveja ele a cada 3 dias, no segundo ano a cada 6 meses e depois uma vez por ano!;)

      Obrigada pela visita!

      • Parabéns pelo texto Priscila!

        Mandou muito bem! Devemos fazer um plano de marketing e negócios também para nossa vida acadêmica, profissional e pessoal!

        Grande Abraço!

        • Obrigada Heron!!!

          Aproveitar oportunidades, estudar possibilidades, colocar sonhos em prática faz parte de quem quer empreender!!!

  12. PRISCILA & ALESSANDRA,
    Recentemente tbem li o livro (Business Model Generation) e recomendo altamente!
    Genial!
    Parabéns pelo post, PRISCILA!
    Abraços e $uce$$o! :)

  13. Ótimo texto Priscila. Lembrando que nenhum plano de negócios é estático e que mesmo depois de pronto pode passar por modificações.

    • Verdade Janaina, como eu disse para a Izabela, é bom rever o PN numa ordem e manter ele atualizado, isso é fundamental para que o negócio evolua com o tempo!

      Obrigada pela visita!!

  14. Excelentes dicas Pri!

    O PN é a “alma” de qualquer projeto. Ele ajuda a direcionar e decidir muitos pontos.

    Parabéns pelo texto! ;)

  15. Bruna

    Adorei!!!
    De uma forma ilustrativa e objetiva, seu texto nos mostra todos os passos fundamentais para um planejamento bem feito e otimizado! Vou divulgar entre minha equipe! :)
    Parabéns!

  16. Que legal que gostou Bruna!

    A ideia é essa mesma, sintetizar o assunto, mas sem menosprezar a sua importância!!!

    Qualquer coisa, estou à disposição!!!