As Mulheres e o Planejamento Estratégico de Marketing!

Primeiramente gostaria de parabenizar todas as nossas leitoras, colaboradoras e amigas pelo Dia Internacional da Mulher comemorado no último dia 08!!! Não é um dia que vai fazer a diferença na vida das mulheres, mas é a atenção voltada para aquelas que tanta atenção dispensam, para tantos, o ano todo!

A vida das mulheres passou por diversas mudanças durante os anos até chegarem onde estão hoje, desde o ambiente familiar, o mundo profissional, político e por que não comentar ainda sobre as mulheres literalmente “guerreiras”, no Exército, Marinha e Aeronáutica. Podemos dizer que foram vencedoras em um mundo masculino e com honra, como dizem venceram e vencem todos os dias “e de salto alto”. Cada vez mais temos mulheres em posição de destaque em diferentes áreas.

Como não poderia deixar de ser, hoje a mulher tem um importante papel decisório no processo de compras, segundo pesquisas, em torno de 80%, porém poucas empresas percebem isso e aproveitam esta oportunidade, e aquelas que percebem erram na abordagem. Portanto é importante que dentro do Planejamento e das Estratégias de Marketing sejam implementadas definições claras de como aproveitar tais conveniências.

Hoje a mulher não é mais um nicho dentro do mercado, ela é o mercado e focar em suas preferências é literalmente um grande negócio e que pode afetar grandemente as vendas, fatia de mercado e lucros de qualquer empresa.

A mulher quando sai para comprar ela não sai só pensando nela ou no que ela precisa. Pesquisando o assunto na internet, encontrei um vídeo do Daniel Godri no Youtube que exemplifica muito bem o como a mulher compra. O titulo já diz tudo, “Como e por quê as mulheres compram?”

Muitas empresas ainda pensam na mulher como a dona-de-casa dos anos 50, que só se dedicava à casa, os filhos e marido. Hoje, a maioria das mulheres continua cuidando da casa, dos filhos e do marido, mas também têm seus negócios próprios e que administram de perto, trabalham em grandes corporações, em cargos de chefia e liderança, investem no mercado de ações,  levam seus carros ao mecânico e ainda argumentam sobre o problema do carro com a irreverência de qualquer expert. Mulheres governam países !!!

No livro, “Por que as mulheres compram?” (Don’t Think Pink – original em inglês), as autoras, Lisa Johnson e Andrea Learned, especialistas em marketing, mostram ao leitor o que determina as decisões de compra de uma mulher e como garantir a fidelidade deste público. Elas são proprietárias da  ReachWomen, uma empresa especializada em aconselhar seus clientes sobre o comportamento das mulheres enquanto consumidoras. Segundo elas, “Aprender a ver as coisas a partir da perspectiva feminina é a chave.”

Atingir a mente feminina enquanto consumidora, deve ser de forma sutil e efetiva, sem que ela perceba de forma óbvia que é o alvo do marketing, ainda que isso seja transparente (e deve ser!). Resumindo, são três pontos importantes para serem considerados, como seguem:

  • Entenda o comportamento e preferência de compra das mulheres: Existem diferenças óbvias entre a forma de pensar do homem e da mulher. Estas diferenças são resultado de inúmeros fatores biológicos, neurológicos e comportamentais. Aí entra a sensibilidade dos profissionais de marketing que precisam entender tais diferenças e devem proporcionar experiências de compras às mulheres que atinjam suas preferências. Quanto mais intuitivo for o processo de compras para as mulheres, mais elas compram.
  • Seja perspicaz ao abordar o mercado feminino: é um grande erro e falta de visão utilizar a tradicional abordagem de criar a versão feminina (geralmente rosa) de um produto masculino. O mercado feminino deve estar mais voltado para segmentos mais lucrativos e com um crescimento mais bem definido. E existem inúmeras oportunidades para abordagens mais direcionadas e eficazes.
  • Tenha as mulheres como suas parceiras de marketing: Elas têm a habilidade nata de visualizar como um produto ou serviço funciona melhor para elas. Se envolvidas no processo de desenvolvimento de um produto, as mulheres podem, com frequência, criar produtos e serviços mais relevantes e mais atrativos do que seus colegas do sexo masculino. Podemos afirmar que quando esta interação efetivamente acontecer resultados expressivos se seguirão.

Espero que de uma forma objetiva tenha conseguido passar para vocês uma ideia inicial de como o Marketing Estratégico pode se envolver e ser envolvido pelo mundo feminino. Fica a dica para uma abordagem diferenciada e cada vez mais promissora.

Só mais uma dica, se não assistiu ainda, assista o filme “Do que as mulheres gostam.”, com Mel Gibson e Helen Hunt. Excelentes “insights” da mente feminina. Vale a pena !

Até a próxima!

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Leave a Reply to Margarida Helena Elme Cancel Reply

13 comments

  1. Murillo

    Adoramos sua publicação. Você se supera a cad dia. Parabens.
    Murillo

    • Bel Cabreira

      Obrigada, Murillo !!!
      É bom saber que vocês gostaram, isso é muito importante pra mim !!!
      Bjs
      Bel

  2. Querida Bel!

    Como sempre falam por ai: todo dia é nosso dia! Rs!
    Certíssimo, foco é tudo na vida do planejamento.
    Adorei as três dicas: entender o comportamento das clientes, perspicácia e tratar as pessoas mais que meras clientes, parceiras, muito legal!!!

    Bela aula!
    Beijos

    Pri

    • Bel Cabreira

      Pois é, Pri, é importante que cada mulher perceba seu potencial e que todos os profissionais, independente do gênero, percebam que é o trabalho em equipe que faz com que o planejamento funcione ! Lembrando que a parceria feminina é fundamental…rs
      Bjs
      Bel

  3. Alessandra Alkmim Costa

    Ei parceira! Adorei seu texto! Na sexta dia 08/03 fiz 03 palestras na empresa Vilma Alimentos em BH para os três turnos da empresa e só para mulheres. Foi muito legal! E tudo o que vc disse aqui é praticamente o mesmo que mostrei para elas. Abaixo a solução “rosa” para a versão feminina! O foco agora é ser expert em entender o comportamento das mulheres e ir direto no que elas querem. Vou compartilhar no face! E como disse a Pri, “todo dia é o nosso dia mulherada!” Beijos e sucesso!

    • Bel Cabreira

      Legal, Ale, fico feliz em saber que estamos numa mesma sintonia, mas devo confessar que já fui muito “rosa”, este ano comecei a dar uma nova cor na minha vida e tenho sentido uma diferença enorme !!! É como se libertar de uma “camisa-de-força”..rs… rosa é claro…rs
      Hoje, após as leituras que fiz, mais ainda estou disposta a mudar pois já não penso “rosa”..rs.. será que alguém quer comprar um notebook rosa que tenho encalhado??? rsrsrs
      Bjs
      Bel

  4. Margarida Helena Elme

    Bel

    Parabéns pelo artigo. Nunca tinha visto a mulher por este ângulo.
    Interessante!

    • Bel Cabreira

      Valeu, querida!
      Fico feliz em ter te apresentado este outro ângulo da mulher. Nós nunca percebemos estas mudanças até o momento do “click”… espero que os profissionais de marketing também percebam isto e nos deem o direito à escolha…
      Bjs
      Bel

  5. Eliane Lages

    Oi Bel,

    Adorei o seu post! Já trabalhei na área de marketing de uma loja de cosméticos e realmente entender do universo feminino é essencial para conquistar uma clientela fiel no mercado. Já vi o filme “Do que as mulheres gostam” e realmente ele é uma ótima dica para quem pretende conquistar a clientela feminina.

    Abraços, Eliane Lages.

    • Bel Cabreira

      Legal, Eliane, sabe que quando estava escrevendo o artigo, pensei muito sobre a área de cosméticos? Acho que é uma área perfeita pra ingressar nessa abordagem do marketing, não é?!
      Neste caso, como o produto já é voltado para o público feminino, o que deve-se pensar é trabalhar em parceria com as maiores interessadas, acho esta ideia ótima e eficaz.
      Quanto ao filme acho muito legal quando ele sai pela primeira vez na rua e começa a “ouvir” os pensamentos.. é exatamente assim que nossa mente trabalha..rs… pensa em “n” coisas ao mesmo tempo e nunca lembra se desligou o ferro ou o gás… rs
      Valeu pelo comentário!
      Bjs
      Bel

  6. Gizely Dall'Agnol

    Excelente!!! Um artigo cheinho de contribuições de verdade! Obrigada!!

    • Bel Cabreira

      Legal, Gi! É muito bom saber que estamos contribuindo com as nossas ideias e principalmente saber que nossas ideias somadas a uma boa dose de leitura também nos levam por caminhos iluminados. Fico feliz e com mais motivação pra continuar !!

  7. Marlene do Carmo Campoi

    Li seu artigo Bel. Muito bom. Conseguiu traduzir em palavras o que eu penso. Parabens.