As transformações no ambiente de marketing

A análise de mercado, de cenário, de concorrentes, assim como as estratégias, ações e ferramentas de marketing foram alteradas nestas últimas décadas. A difusão das tecnologias e das plataformas digitais impactou profundamente o ambiente de marketing e o contexto em que as estratégias de marketing devem ser planejadas atualmente.

Entre as várias transformações, algumas são prioritariamente importantes, como o poder do consumidor. Apesar de não ser um fenômeno novo, ele foi impulsionado pelo desenvolvimento das ferramentas digitais, que adquire então, o papel central no cenário de marketing atual. O fato de não ser um fenômeno novo se deve ao fato de ele ser posterior à invenção do controle remoto, que colocou o poder de decisão nas mãos do consumidor, que passou a escolher o que assistir com apenas um dedo.

Outra transformação significativa diz respeito ao desenvolvimento da banda larga que permitiu a mudança do “estar conectado” para o “ser conectado”. O “estar conectado”, típico da época da conexão discada (mas que ainda existe em várias regiões do Brasil), entrava-se e saía da internet, acessando momentaneamente. O “ser conectado” é permitido pelo barateamento da banda larga e pelo avanço das tecnologias 3G. Isso permite a participação do usuário na rede, podendo então, escolher, opinar, compartilhar, indicar, de acordo com sua vontade.

Quanto mais as tecnologias passam a fazer parte do cotidiano das pessoas, mais influência o digital passa a ter sobre o marketing. As estratégias devem considerar essa evolução e para atingir o consumidor em todos os seus pontos de contatos, se torna necessário usar, cada vez mais, as ferramentas digitais.

Segundo o relatório The End of Advertising as We Know It (O Fim da Propaganda como a Conhecemos), de 2007, o cenário da propaganda no mundo até 2012 sofrerá mais transformações do que os últimos 50 anos. A mudança envolverá bilhões de dólares e deslocará 30% do investimento que hoje é destinado à mídia tradicional para a mídia online, propulsionada pela web 2.0. Nesse contexto o marketing de busca deverá ser o destino de parte significativa desse investimento em mídia on-line, pois é um dos principais atores desse cenário.”

Fonte: GABRIEL, Martha. Marketing na era digital. São Paulo : Novatec Editora, 2010.

Alguém tem alguma dúvida disso?

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

3 comments

  1. Alessandra Alkmim

    Ju parabéns pelo texto! Vou divulgá-lo no face ok? Bjs e sucesso!

  2. JULIANA REZENDE

    Obrigada, Alessandra!

  3. Ju,

    A propaganda mudou mesmo, e São Paulo que o diga.
    Temos um nítido exemplo do poder das influências externas, nesse caso as jurídicas/legais, com a proibição do uso de outdoors na cidade.
    As agências e profissionais tiveram que pensar muito bem como buscar outras oportunidades.
    E de fato, hoje muitos paulistanos preferem como está, sem a poluição visual nas ruas.
    O que eu quero dizer é: o ambiente digital não sofre essas influências, outras sim, como o caso do conteúdo relevante como bem sabemos.

    Beijos