Posts byLuis Paulo Farias

Inteligência Competitiva – Monitoramento do Ambiente Competitivo

“Pense no desafio desta maneira: em um mundo competitivo no qual as empresas têm acesso aos mesmos dados, quem vai se sobressair transformando os dados em informação e depois analisando a informação rapidamente e de forma inteligente para gerar um conhecimento superior?” Max Hopper, ex-chairman da American Airlines. Nenhum negócio é uma ilha. Para se
LEIA MAIS!

SCIP Brasil promove palestra sobre Inteligência Competitiva em São Paulo

O processo de Inteligência envolve planejamento, coleta de dados/informações, análise e por fim a disseminação do produto – relatórios, recomendações, comportamentos, e-mails etc. A disseminação é a oportunidade da área de Inteligência mostrar a sua razão de ser, pois não adianta fazer coletas colossais e análises mirabolantes se não forem entregues nas horas e lugares
LEIA MAIS!

Impressões do 5th SCIP Latin America Competitive Intelligence Summit

Aconteceu nos dias 07 à 09 de outubro o 5th SCIP Latin America Competitive Intelligence Summit, organizado pela SCIP Brazil – Strategic and Competitive Intelligence Professionals Capítulo Brasil, considerado o mais importante evento de IC na América Latina. Estiveram presentes grandes mentes que praticam a IC nas organizações em que atuam, ou prestam consultoria. Estiveram
LEIA MAIS!

Pensar o futuro – Criação de Cenários

A primeira questão que nos vêm a tona é: O que são cenários? Para que servem? Como são construídos? Posso construir um cenário? Bem, vamos lá, uma definição simples de cenários é: “Conjunto formado pela descrição, de forma coerente, de uma situação futura e do encaminhamento dos acontecimentos que permitam passar da situação de origem
LEIA MAIS!

Multifacetas da Inteligência

O conceito de Inteligência é complexo e polêmico. Não há um consenso sobre o adjetivo que deve acompanhá-lo no que tange ao mundo corporativo. Relativamente ao conceito de inteligêcia (cognitivamente), ela é entendida como flexibilidade na resposta adaptativa às circunstâncias ambientais. De acordo com o Prof. Robert Sternberg (Beyond IQ, 1985), um indivíduo inteligente é
LEIA MAIS!

As barreiras na comunicação da informação

Dando continuidade a postagem do mês anterior – A Mandala da Informação no Universo Corporativo – vou apresentar as quatro barreiras básicas que atrapalham o processo de compreensão adequada da informação, segundo o prof. Cláudio Starec. Se ocorrer uma falha no processo comunicacional, ela afeta diretamente os principais ativos da corporação, seus colaboradores. Diante disso,
LEIA MAIS!

Mandala da Informação no Universo Corporativo

A informação deixou de ser apenas um subsídio do saber fazer para se transformar no agente criador visceral de nossa era. Estimativas do Banco Mundial apontam que atualmente 64% da riqueza mundial está baseada em conhecimento e informação. É vital que para navegar neste oceano informacional exista a necessidade de se estabelecer rotas e traçar
LEIA MAIS!

Atenção ao Zeitgeist

Zeitgeist um conceito em alemão, que transliteralmente quer dizer “espírito do tempo” e, conceitualmente, significa a tendência cultural dominante de uma época. O conceito original deriva do latim genius seculi, difundido pelo filósofo germânico Adolph Klotz. O Google possui uma ferramenta-relatório que condensado os termos mais procurados num dado período/localidade, e denominou esta ferramenta, não
LEIA MAIS!

Questionamentos e devaneios sobre a Inteligência Competitiva

Um tema recorrente que sempre acabo sendo questionado é sobre a necessidade contemporânea de uma área de inteligência competitiva nas organizações. Durante esta semana, excepcionalmente, foram três questionamentos em dois dias de conhecidos meus de círculos sociais totalmente distintos (empresa, ex-colega da USP e membro do grupo cineclubista) sobre a importância e a necessidade da
LEIA MAIS!

Inteligência Competitiva e Realismo Político

Com a maturidade da área de IC instalada nas empresas, é inevitável que relatórios de cenários sejam demandos, não como puro exercício de achismo, irresponsabilidade e futurologia, mas baseados em fatos/lastros. Resumindo muito, a IC tem como base a aplicação da metodologia científica no monitoramento das rotinas e políticas corporativas. Não está isenta dos movimentos
LEIA MAIS!

Inteligência Competitiva: Relatos de uma jornada

Tenho conversado com alguns colegas sobre as os benefícios e dificuldades de se iniciar uma área de Inteligência Competitiva, ainda mais no meu caso, numa empresa com mais de cinqüenta anos do mercado, mais de 25 mil colaboradores e do segmento de terceirização/serviços. Pretendo nesta postagem compartilhar um pouco as experiências que tenho enfrentado. Nas
LEIA MAIS!

SIIC – Sistema Integrado de Inteligência Competitiva

Após a consolidação da área de Inteligência Competitiva numa dada empresa – identificação das necessidades de informação, estruturação dos modelos de dados, criação de rotinas de disseminação e feedback sobre o produto disseminado – o passo seguinte é o planejamento de um Sistema Integrado de Inteligência Competitiva (SIIC). O SIIC visa basicamente aperfeiçoar a cadeia
LEIA MAIS!

Modificabilidade Cognitiva Estrutural e IC: aproximações

Na postagem do mês anterior prometi, pós-Metanóia, tentar abrir uma ponte entre o teórico Reuven Feuerstein, psicólogo, criador, dentre outras, da Teoria da Modificabilidade Cognitiva Estrutural. Bem, alguns pressupostos básicos para a discussão: Inteligência – é dialeticamente Una e Múltipla. É formada por uma hierarquia de processos cognitivos, no qual cada nível é parte de
LEIA MAIS!

Metanóia e Inteligência Competitiva

Meta… o que? Inicio a postagem de Inteligência Competitiva deste mês propondo uma reflexão sobre o conceito de Metanóia. Palavra origina do grego antigo (meta – além, depois / nóia – pensamento, intelecto), utilizada geralmente para designar mudança de pensamento, mudança de idéia. É um conceito utilizado em áreas que vão da retórica, à religião,
LEIA MAIS!

Inteligência Competitiva – O Fator Humano nas Organizações

Em geral a área de Inteligência Competitiva das empresas preocupam-se com o monitoramente da concorrência, dos KPIs (Key Performance Indicators), em projetos ad hoc, etc, porém, poucas se preocupam em formular processos de monitoramento ligados à formação de lideranças endógenas. Tenho conversado com alguns profissionais ligados à IC e pude perceber que muitos deles estão
LEIA MAIS!

Inteligência Competitiva – Produto ou Processo?

Dando continuidade à postagem mensal anterior, basicamente a Área de Inteligência Competitiva nas empresas é estruturada de forma aparentemente dicotômica: Produto ou Processo. Esta dicotomia é uma adaptação à realidade da empresa e do perfil do analista, coordenador ou gerente que encabeça a IC, e claro, as reais necessidades da empresa. IC como Produto “Inteligência
LEIA MAIS!

Inteligência Competitiva – Breve Introdução

Esta é minha primeira postagem sobre Inteligência Competitiva. Gostaria de, primeiramente, apresentar alguns conceitos gerais sobre esta controversa nomenclatura. Há uma grande confusão entre as nomenclaturas Inteligência Competitiva, Inteligência de Mercado, Business Intelligence, etc. No geral, todas estas áreas dentro de uma organização, cumprem o papel de processar informações consideradas vitais para o mercado em
LEIA MAIS!

Balanço geral – Geomarketing

Bem, esta é, ao menos em tese, minha última postagem sobre Geomarketing para o blog Implantando Marketing, pelo menos como um assunto direto e específico. Espero ter cumprido com o objetivo inicial e os pressupostos básicos e devo ressaltar que almejei, com meus textos, abrir e instigar reflexões e discussões. Aprendi muito na experiência que
LEIA MAIS!

Geomarketing: ferramenta essencial na estratégia empresarial

De que adiantaria um estudo de Geomarketing apartado do projeto estratégico do empresa? Há alguns pontos negativos na terceirização de serviços, mas no geral os pontos positivos superam os negativos. O ponto principal e mais divulgado dos benefícios da terceirização é que a empresa ‘libera energia’ para dedicar-se às suas atividades essenciais. De acordo com
LEIA MAIS!

Boas perspectivas para o geomarketing em 2012 – Parte II

O grau de concentração no setor de varejista brasileiro é uma exceção se comparado com os demais países da América Latina, como aponta pesquisa da Nielsen. Uma tendência apresentada é que a disputa deverá se acirrar e como consequência direta, a concentração aumentará. Tomando como exemplo o setor de supermercados, segundo o trabalho estudo “Áreas
LEIA MAIS!

Boas perspectivas para o geomarketing em 2012

Feliz ano novo a todos! Meu primeiro post do ano dedico a uma análise geral sobre o Brasil e o potencial de crescimento do mercado de geomarketing e, consequentemente, nas oportunidades que ele pode oferecer. Esperamos ter boas perspectivas para o geomarketing em 2012 O crescimento da economia brasileira, que, aparentemente, ainda nãosentiu de forma
LEIA MAIS!

Geomarketing e o Shopping Center II

No primeiro post sobre Shopping Centers, desenvolvi muitobrevemente um pouco da sua história e apresentei alguns números do setor. Neste segundo post prometi ser mais sintético e técnico, pero no mucho… Juro que tentei iniciar o post e guiar o seu desenvolvimento sem apelar parateorias, mas é impossível. Como ficou evidente, no primeiro post, o
LEIA MAIS!

Geomarketing e o Shopping Center

O setor de Shopping Center é um dos setores varejistas quemais cresce no Brasil. Seu crescimento está pautado numa série de fatores como comodidade, segurança, competitividade, etc. Transformaram-se em mais doque simples locais para compras, sendo utilizados como pontos de encontrosentre amigos, casal de namorados, passatempo familiar, para saborear uma boarefeição, assistir a um filme
LEIA MAIS!

Limites do Geomarketing

Uma questão está intrigando-me atualmente: Quais os limites do Geomarketing? Como qualquer campo de conhecimento moderno, o geomarketing está condicionado em certo sentido, aos avanços tecnológicos. É um complexo processo econômico e psicossocial onde os avanços tecnológicos influenciam diretamente a maneira como experimentamos a vida. Existem limites tecnológicos para o geomarketing atual, nisso estamos de
LEIA MAIS!

Geomarketing- Brevíssimo panorama

Neste primeiro post, gostaria de traçar um brevíssimo panorama sobre a história do geomarketing. O geomarketing (termo mais popularizado), ou marketing geográfico, ou ainda geografia de mercado, e tantas outras denominações possíveis, é basicamente um campo de estudos amplo por excelência. Nele encontram-se especialistas em Estatística, Geografia, Demografia, Administração, Economia, Marketing, Urbanismo, etc. Um dos
LEIA MAIS!