Campanha de Incentivo: afinal, é pior mesmo dar dinheiro?

Quando gestores perguntam para seus colaboradores o que eles querem receber como prêmios em campanhas de incentivo, a grande maioria responde que o que quer mesmo é dinheiro.

Mas será que isso é verdade?

E, caso seja, será que dinheiro é mesmo a pior forma de reconhecer um colaborador?

Independentemente das pesquisas que mostram que o recall de uma viagem é superior ao de um produto, que por sua vez é superior ao de dinheiro, em determinadas situações premiar com dinheiro é, sim, uma ótima alternativa. Mas quando?

Tudo parte do princípio sempre dito e reforçado nas palestras e artigos, de que qualquer premiação deve passar pelos critérios de coerência e relevância, devendo ser coerente com o perfil dos colaboradores, as metas da campanha e o esforço realizado para alcançá-las, e ser relevante com os ganhos dos colaboradores, ter impacto positivo em suas vidas.

Uma análise da coerência e relevância pode nos mostrar que, em algumas situações, premiar com dinheiro é a melhor alternativa, principalmente quando nosso colaborador enfrenta carências básicas em sua vida familiar, podendo fazer melhor uso de recursos financeiros do que de produtos ou vantagens.

O que podemos fazer para aumentar o recall ao premiarmos com dinheiro? Descobrir qual uso será dado a este dinheiro e criar uma experiência única ao premiar. Por exemplo se um colaborador pretende usar o dinheiro para terminar sua modesta casa, a empresa pode premiar com os produtos necessários para tal, ou dar um crédito para ser usado com material de construção, ou simplesmente dar o dinheiro enfatizando que pode e deve ser usado para terminar sua casa e que a empresa entende e valoriza o esforço deste colaborador e sua conquista em ter uma casa mais bonita.

Desta forma, mesmo premiando com dinheiro, cria-se uma experiência e aumenta-se a relevância do prêmio.

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

3 comments

  1. Legal o post, FÁBIO.
    Na minha opinião, Dinheiro é um bom incentivador, mas apenas qdo a tarefa é “chata”, repetitiva e sem nenhuma necessidade de uso criativo. Se não for, o “tiro pode sair e sai pela culatra”.
    Mas essas ideias não são minhas. São do Daniel Pink, em seu excelente livro ‘Drive’ que trata do assunto – Motivação Intrínseca – e que no Brasil ganhou um título infeliz que mais parece auto-ajuda (“Motivação 3.0”). Mas não se engane, o livro é ótimo. Altamente recomendado.
    Garanto!
    Abraço e $uce$$o! :)

  2. Pois é. Além de ter relevantes ideias, fruto de suas pesquisas, Dan Pink é excelente palestrante e expressa muito bem seus conceito no livro.
    Abraços. :)