Como líderes criativos e inovadores sobrevivem em tempos de crise

Criatividade é a competência mais importante para os líderes de empresas que buscam um caminho de enfrentamento das complexidades atuais.” Pesquisa IBM CEO Survey, 2010.

Na última década, a inovação passou a ser reconhecida como um elemento primordial para a competitividade das empresas. A verdade é que há uma inquestionável necessidade para que líderes desenvolvam uma visão inovadora nas organizações do século XXI, a partir da reinvenção de seus produtos, serviços e processos de forma contínua, a fim de garantir sua adaptabilidade e consequentemente sua sobrevivência no mercado. A inovação não vem apenas de boas ideias, mas sim de um processo que leva a uma nova maneira de pensar, agir, ser e sentir, por meio do desenvolvimento de uma competência–chave: o empreendedorismo inovador.

A criatividade antecede a inovação, sendo assim líderes precisam juntar pessoas, talentos, habilidades e competências em um espaço propício para a colaboração e o compartilhamento de ideias e soluções criativas, e tudo isso ligado a uma vontade súbita de fazer a diferença. Pensar de maneira inovadora é mais do que crescer em market share, é criar novos produtos e serviços, ou melhorar os que já existem.

O trabalho dinâmico e multidisciplinar em uma organização flui melhor quando se tem um líder criativo que estimula, inspira e agrega pessoas e suas ideias. É hora de pensar “fora da caixa”, de romper padrões e paradigmas que já não servem mais, de ver o novo e de construir junto. O estímulo do potencial criativo dos colaboradores exerce um impacto positivo no desenvolvimento da competência da inovação nas organizações. Manter colaboradores motivados para realizar os objetivos estratégicos com criatividade e excelência em um cenário de mudanças constantes é um grande desafio para os líderes nas organizações.

Coloco aqui três perguntas e respostas que vão ajudar líderes criativos e inovadores a sobreviverem em tempos de crise.

1 – Quais as dicas para pensamentos criativos em meio a um cenário desanimador?

Ser otimista. Nada se resolve com pensamento pessimista. O pessimismo potencializa qualquer crise em qualquer lugar. É preciso unir forças, repensar o negócio mesmo que se tenha que reinventar um novo modelo de negócio. Quando acessamos a confiança criativa, nos empoderamos. Encontramos forças o suficiente para abrir a mente para novas ideias e soluções criativas. Líderes pessimistas mantém a empresa em modo avião enquanto sobrevoam o oceano vermelho. Ali se sentem mais seguros enquanto esperam a “crise” passar. Enquanto isso, líderes criativos tiram o “s” da palavra crise e aproveitam a oportunidade para reestruturar ou reinventar seu negócio para criar algo novo. Eles não sobrevoam o oceano vermelho, eles simplesmente nadam de braçada no oceano azul. Crises são oportunidades disfarçadas e, além do mais, esta não é a primeira e não será a última crise pela qual as empresas brasileiras estão passando. Que a vontade de sobreviver seja maior que a vontade de fechar as portas e desistir. Sigamos em frente!

2 – Qual a postura ideal de um gestor em tempos difíceis?

A postura ou a atitude ideal de um gestor proporciona ação efetiva para a empresa e significa que toda organização deve ter pessoas com a atitude certa para ela. Ter um raciocínio rápido e ambições claras e bem definidas faz do gestor um empreendedor de sucesso. Ele tem certeza daquilo que faz, usa a inteligência a seu favor e busca aprender sempre, mesmo reconhecendo que existem muitas coisas novas para aprender principalmente em tempos difíceis como esse que vivemos hoje. Um bom gestor deve ser sensato e esperto diante de cenários desfavoráveis, sabendo planejar e agir com sagacidade e atenção ao foco – de não dar um passo errado num momento de crise e colocar tudo a perder. Mas pra isso é preciso resiliência, capacidade de improvisar e coragem. A administração do gestor deve ser por intermédio da inovação, criando, de modos inesperados, novos conceitos de desenvolvimento da organização. Segundo Damrong Pinkoon, autor do livro Manual do Líder Criativo, “um bom administrador nunca espera até que seu cavalo morra. Ele cria cavalos para que estes gerem outros que possam ser utilizados no momento em que for preciso. Porque precisamos seguir em frente!”. Se uma empresa não possui procedimentos sagazes na sua administração e nem excelentes gestores para conduzi-la, ela não vai conseguir sobreviver em tempos de crise e nem dar continuidade a suas atividades. “Manter a motivação é fácil quando tudo está bem. Quem tiver essa postura agora será reconhecido”, diz José Cláudio Securato, da Saint Paul, escola de negócios de São Paulo.

3 – O gestor aparece de verdade quando há momentos turbulentos?

Depende do gestor. Existem empresas sustentando seu crescimento em meio a cenários turbulentos graças à capacidade inovadora e criativa de seus líderes que procuram fazer as coisas certas neste período onde incerteza é regra geral. É preciso impulsionar, inspirar e motivar colaboradores e parceiros, ser transparente e trabalhar em conjunto, frente a frente. Provocar o comprometimento dos colaboradores através pequenos gestos de otimismo que transmitem segurança e a certeza de que “essa crise vai passar” e todos sobreviverão, é muito importante. Por isso a importância da transparência em todas as ações, de estar presente quando necessário. Porém, se a liderança em tempos de crise exige uma série de habilidades do gestor, o cenário atual apresenta um ponto a favor: as pessoas estão mais receptivas às orientações recebidas por seus líderes. Mas nenhum líder é imbatível e decepções podem ocorrer em algum momento caso os anseios dos colaboradores não se concretizarem e se suas incertezas não forem diminuídas. Em tudo deve haver inteligência, perspicácia, responsabilidade e equilíbrio das ações em meio ao furacão.

“Qualquer instituição, não importa qual seja sua função, pode se organizar para ser empreendedora e inovadora.” (Drucker, 1992)

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Leave a Reply

9 comments

  1. Larissa Coelho

    Alessandra é sensacional!

    • Alessandra Alkimin Costa

      Gratidão lindona!!! Beijos de luz. E muita criatividade para ti!

  2. Shirley Botelho

    Parabéns, Alessandra, excelente texto!!!! Acredito bastante que os líderes, gestores e colaboradores devem; “Em tudo deve haver inteligência, perspicácia, responsabilidade e equilíbrio das ações em meio ao furacão”.
    Assim como você proporciona em suas aulas e palestras.

  3. Mateus Rosa

    Como sempre artigos inspiradores Ale

    • Alessandra Alkimin Costa

      Seguimos juntos nesse intenso e vibrante delírio criativo que é VIVER!

  4. Caroline

    Ótimo artigo. Criatividade sempre é a saída para driblar as dificuldade. Criatividade é para todos!

    • Alessandra Alkimin Costa

      Isso aí Carol!!! Aqui a CRIATIVIDADE é para todos! Beijos!

  5. Ana Lúcia Libânio

    Alessandra seus textos são excelentes! Feliz por saber que há uma mulher inteligente, linda e ética interessada em levar conteúdos tão importantes a todos os brasileiros. Sucesso! !!

    • Alessandra Alkimin Costa

      Gratidão pelas palavras Ana!