Competência profissional e empresarial

O termo competência tem sido muito usado atualmente devido às mudanças nas formas de administração das empresas e, principalmente, da administração dos recursos humanos da empresa.
O termo ainda gera muita discussão entre os pesquisadores do assunto, por ser uma característica do comportamento humano, que pode ter diversas interpretações. Porém, o que quero comentar aqui são alguns conceitos básicos que já são trabalhados a mais tempo pelos pesquisadores e como estes conceitos estão sendo usados.

A contratação dos colaboradores para as organizações está sendo baseada na capacidade que a pessoa terá para resolver problemas e no quanto ela pode acrescentar ao crescimento da organização através das suas habilidades e do seu conhecimento. O que antes era considerado como principal característica do colaborador, sua lealdade, hoje não é o requisito principal. Um bom colaborador é aquele que tem atitudes e habilidade que estejam de acordo com o objetivo mercadológico das empresas.

A área de Recursos Humanos tem utilizado o conceito CHA (Conhecimento, Habilidades e Atitudes) para identificar as competências dos colaboradores, também chamado de CHA da Competência. É uma maneira de definir o sentido de competência a partir de um referencial mensurável, que possa ser comparada aos padrões internacionais. É um modelo de avaliação dos colaboradores. Veja o significado do CHA no fim do post.
O termo Competência se destacou tanto no âmbito das empresas que hoje está sendo usado para classificar e orientar, não só os funcionários, mas também as próprias organizações. É o que chamamos de Competência Empresarial. Ela consiste no conjunto de qualidades e características que a empresa desenvolve e aperfeiçoa para oferecer bens e serviços que atendam às necessidades dos clientes de forma contínua e eficiente.
O modelo de gestão por competência permitirá que todas as áreas da empresa desenvolvam habilidades, atitudes e conhecimentos que possibilitem atingir as competências organizacionais (objetivos) determinadas. O objetivo é que a empresa e seus colaboradores compartilhem das vantagens da gestão por competência, onde a empresa compartilhe seu “patrimônio” para os colaboradores, desenvolvendo suas capacidades individuais, preparando-os para enfrentar os desafios pelo qual a organização passará.

competência1
com.pe.tên.cia1
sf (lat competentia) 1 Capacidade legal, que um funcionário ou um tribunal tem, de apreciar ou julgar um pleito ou questão. 2 Faculdade para apreciar e resolver qualquer assunto. 3 Aptidão, idoneidade. 4 Presunção de igualdade. 5Concorrência, confronto. 6 Conflito, luta, oposição. Antôn (acepções 1, 2 e 3):incompetência.
Fonte: http://michaelis.uol.com.br/moderno/portugues/index.php?lingua=portugues-portugues&palavra=compet%EAncia, acessado dia 14 de janeiro de 2013.

O Chá da Competência 

O C significa conhecimento sobre um determinado assunto. Diz respeito à pessoa dominar um determinado conhecimento a respeito de algo que tenha valor para empresa e para ela mesma. É o saber.

O H significa habilidade para produzir resultados com o conhecimento que se possui. Diz respeito à pessoa conseguir fazer algum uso real do conhecimento que têm, produzindo algo efetivamente. É o saber fazer.

O A significa atitude assertiva e pró ativa, ter iniciativa. Diz respeito ao indivíduo não esperar as coisas acontecerem ou alguém ter que dar ordens. Ele percebe que deve ser feito por conta própria. É o querer fazer.

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Deixar um comentário para Priscila Stuani Cancelar comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

3 comments

  1. Oi Ju!

    Eu tive a disciplina “Gestão de Pessoas” na faculdade e amei, lá conheci o CHA e teve um foco bem interessante, aprendi a importância de que não basta o conhecimento técnico, as habilidades interpessoais fazem muita diferença no dia-a-dia dos profissionais.
    Considero super válido a sua abordagem, visto que o blog tem intuito de fornecer informação e dicas para as pessoas que precisam ou simplesmente buscam orientação no campo do Marketing e Comunicação, e além disso temos ótimos posts como o da Aline, Alessandra, por exemplo, e os seus que complementam o perfil do profissional que o mercado exige atualmente.

    O modelo de gestão por competência é uma realidade e primordial para envolver as pessoas e utilizar o que elas tem de melhor.

    Parabéns!

    Priscila Stuani

  2. JULIANA REZENDE

    Ei Pri.

    Acho que esta discussão é muito válida. O perfil do profissional que vai atuar nesta área tem que estar de acordo com o perfil da empresa. As habilidades, conhecimentos e atitudes são fundamentais que sejam condizentes.

    Obrigada.

  3. Legal, JULIANA. Não conhecia o acrônimo “CHA”. Bacana.
    Interessante que nem sempre é fácil avaliar os 3 atributos em um processo seletivo, principalmente atitude.
    Daí muitas surpresas após a contratação de um profissional.
    Gostei do post!
    Abraços e $uce$$o! :)