Compras Coletivas: Até onde as empresas estão preparadas para entrar nesse mercado?

Os sites de compras coletivas chegaram para ficar e estão fazendo o maior sucesso. Alavancou as vendas de diversas empresas e virou sensação mundial. Afinal de contas, quem não quer ter um serviço ou um produto de qualidade com um super desconto.
A cada dia que passa o consumidor esta mais exigente, sendo assim, preço, qualidade e bom atendimento também fazem diferença quando o mesmo escolhe um ambiente para passar um tempo com a família ou amigos.
Mas até onde as empresas estão preparadas para entrar nesse mercado?
Existem alguns fatores que devem ser levados em conta antes de entrar no mercado de compras coletivas e vou falar sobre alguns deles:

Atendimento: Empresas vendem uma quantidade excessiva de vouchers e acabam tratando de maneira diferenciada os clientes compradores das ofertas.

Lucro reduzido: O percentual de lucro é muito baixo, tendo em vista de que parte das vendas é revestida para o site divulgador da oferta e o próprio valor de venda cai consideravelmente.

Atender a demanda de clientes: Material suficiente para atender os clientes esperados, espaço para atendimento e demanda de funcionários em casos de prestação de serviços.

Desvalorização da marca: Site de compras coletivas leva a visibilidade da empresa para todos os tipos de consumidores, o que não é conveniente para empresas que buscam um público diferenciado.

Caso esteja planejando entrar nesse mercado, planeje bem, pois hoje seus clientes tem um trunfo nas mangas que se chama internet, este pode ser sua salvação ou sua maldição.

Aproveite para votar no prêmio TOP BLOG.

 

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Leave a Reply

18 comments

  1. Olá Amanda!

    Acredito que o E-Commerce seja uma faca de dois gumes, e o grande segredo é saber usá-la bem, e isso serve tanto para empresa como cliente.

    Eu faço compras via web mas um grande fator determinante para eu fechar ou não a venda é o quesito prazo, até hoje não tive problemas, mas se eu faço uma pesquisa e encontro o produto em alguma loja física, dou preferencia para ela…

    Esse é um grande poder que os consumidores ganharam.

    E foi legal ver as suas dicas!! Muito bom!

    Beijos

    Priscila

  2. Amanda_Santos

    Obrigada Priscila!
    É isso mesmo, e-commerce é um mercado que tende a crescer cada vez mais, porém algumas empresas que investem em sites de compras coletivas esquecem do planejamento e pecam no atendimento ao cliente. ;-)

  3. Flávia Rodrigues

    Como consumidora posso dizer que não foi agradável minhas experiências em compras coletivas, claro que não em todos os casos, mas alguns tive até problemas judiciais.

    As empresas devem especificar melhor as cláusulas de cada venda. Além disto verificar se o que estão vendendo trará rentabilidade para a própria empresa, muitas acabam caindo neste tipo de venda e em vez de lucro tem é prejuízo.

    Parabéns pelo texto Amandinha! Excelente!

    beijos

  4. Concordo Fla!

    Me considero uma cliente feliz, mas sempre surgem escândalos sobre casos de atendimento….

    Vocês viram o Projeto de lei regulamenta site de compras coletivas? http://goo.gl/dHuoK

    Vamos ver se isso vai ajudar a evitar essas crises! :D

  5. Olá Amanda,

    Na minha opinião as compras coletivas começaram como muitos outros segmentos, de um jeito sem muito critério, sem ser segmentado, sem controle de qualidade, pois os grandes players foram aportados por grandes fundos de investimentos e esses querem apenas crescimento rápido do negócio e passam como uma avalanche por outras áreas e qualidade também.

    Mas na minha opinião, como já esta acontecendo, afunilará mais esse segmento, e provavelmente teremos um desmembramento do setor para e-commerces de nicho, mais especializados.

    • Amanda_Santos

      Obrigada pelo comentário Victor.
      Concordo com você, quanto ao afunilamento do segmento. Isso vai ocorrer para que o mesmo se enquadre nas legislações de cada país de acordo com suas particularidades.

      Abs.

    • Amanda_Santos

      Fábio, as compras coletivas tem o seu público. Mas vale ressaltar que é necessário mais planejamento por parte das empresas que entram nesse segmento.

      Obrigada pelo comentário! ;)

  6. Isabel Gareta

    Parabéns Amanda pelo post!! aqui na Espanha e como já falei no post do mes passado falta estrategia de conteúdo em muitas empresas que estao presentes no medio digital. Ainda mais quando se trata de comercio online deve ser muito mais preciso ter uma boa estrategia para achar a melhor forma de satisfazer aos clientes.

    Saludos!!

    • Amanda_Santos

      Adoro as experiências que você compartilha sobre a Espanha. É de grande importância essas informações, para entendermos que existem essas dificuldades em todo o mundo, não apenas no Brasil como muitas pessoas sem informação dizem.

      Obrigada Isabel!

  7. Não resta dúvida que eCommerce quer muita coordenação e planejamento, e profissionais especializados.
    E a modalidade de Compras Coletivas requer atenção ainda maior.
    O problema é que muitas empresas “ouvem a sereia cantar, mas não esperam o refrão”.
    Só ouvem as coisas boas e saem se metendo a fazer amadoristicamente.
    Ou, ao contrário, ouvem as experiências desastrosas (prefiro dizer desastradas!) que se bloqueiam para essa oportunidade.
    :)
    Abraços a todos.

    • Amanda_Santos

      É verdade Andre!
      É importante não ouvir as sereias e pesquisar bastante antes de realizar as compras para não acabar em uma “furada”.

      Abraços! =)

  8. Alessandra Alkmim Costa

    Excelentes dicas Amanda! Assim como a Flavia tive algumas decepções com alguns sites de compras e decidi “dar um tempo” deles. Mas gostei do seu texto!

    • Amanda_Santos

      Obrigada Alessandra.

      Tenho várias amigas que compram e se deliciam nas ofertas! Mas entendo seu descontentamento, não é fácil acertar! rs

  9. Oi Amanda!

    Compras coletivas….fiquei me perguntando: será que alguém ainda faz compras coletivas? Depois de ter duas experiências ruins, deixei este tipo de compra lá.

    O problema maior deste tipo de compra está no atendimento do fornecedor, que oferece um serviço sem se planejar.

    Abraço Amanda!

    • Amanda_Santos

      Admito que nem sempre o fornecedor atende da maneira correta o cliente, mas ainda existem sim muitos clientes “caçadores de ofertas” como são chamados e os fiéis as boas empresas que estão no segmento.

      Obrigada pelo comentário Heron!

      Abraço.

  10. Izabela Reis

    Como cliente fico de olho na descrição da oferta anunciada. Procuro conhecer a empresa que esta ofertando, pois preço baixo não e o unico requisito para fechar uma venda. Desconfio muito quando o preço e baixo demais, pois na maioria das vezes, o serviço não corresponde com as promessas feitas. Temos que ter muita cautela!

    • Amanda_Santos

      Perfeito Izabela!
      Esses cuidados são essenciais para tentar evitar decepções!!!

      Parabéns!

      Obrigada pela participação! ;)