No post de hoje, vou abordar um pouco sobre as diferenças conceituais presentes nas expressões:

 

Comunicação das organizações;

Comunicação nas organizações;

Comunicação organizacional;

Comunicação no contexto das organizações.

 

 

A expressão comunicação das organizações, com o uso da preposição possessiva, pressupõe iniciativas de comunicação que sejam realizadas dentro e pela organização. Ou seja, refere-se às estratégias e ações de comunicação de uma organização específica, direcionadas a interlocutores específicos, onde o processo comunicacional é parte da organização. Neste contexto, a comunicação é entendida como um processo previsível e que pode ser controlado e gerenciado.

 

Já o termo comunicação nas organizações, com o uso da preposição de lugar, implica a necessidade de um ambiente físico para a efetivação da comunicação, ou seja, a comunicação que acontece só ali dentro da estrutura física da organização. A comunicação está relacionada, desta maneira, ao ambiente interno da organização, seja a comunicação que acontece entre interlocutores internos/organização ou organização/interlocutores internos.

 

A terceira expressão, comunicação organizacional, finalizada com o sufixo al, pressupõe a comunicação baseada na perspectiva relacional, onde há o relacionamento de ambas as partes do discurso na formação de interações entre os interlocutores, a organização e a sociedade.

 

Por fim, e confesso que este é o termo que eu mais gosto, pode-se falar também da comunicação no contexto organizacional, que pode ser entendida como o conjunto dos processos de interação de uma organização no contexto em que ela está inserida, com seus diversos interlocutores e suas múltiplas intervenções.

 

As duas últimas expressões se aproximam em suas perspectivas. Já a primeira e a segunda, pressupõem uma linearidade da comunicação, uma lógica que parte do entendimento da comunicação a partir do ultrapassado modelo emissor/receptor. Essa visão simplificadora precisa ser superada, pois a comunicação organizacional não é o lugar onde só existem certezas e planejamentos ou onde o emissor exerce pleno poder sobre o receptor, ela envolve toda a circulação de sentidos existentes nas relações que configuram as organizações.

 

Bom… Por hoje, não aprofundarei mais na discussão sobre a comunicação vista sob a perspectiva relacional, este será o tema do meu post na próxima semana. Até lá!

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Leave a Reply

3 comments

  1. Anonymous

    >ótimo texto Vanessa! Conteúdo acadêmico é sempre bem-vindo!

    Tati.

  2. Valéria

    >Ótimo texto, diferenças simples como estas fazem grande diferença.

  3. Anonymous

    >ótimo texto!
    Francisco