Comunicação Organizacional e a transformação digital

De que forma a comunicação organizacional se modifica em face da transformação digital?

Muitos são os autores, entre eles Beth Saad, Bueno, Marchiori, que tem desenvolvido trabalho de pesquisa neste sentido, tentando estabelecer bases para uma comunicação organizacional alinhada com as novas demandas inerentes às tecnologias digitais, ao mundo atual e à complexidade dos problemas que enfrentam as organizações.

A comunicação organizacional ou empresarial é uma atividade cotidiana nas empresas, mas é também objeto de estudo que vem crescendo em interesse através dos diversos grupos de pesquisa, revistas e congressos. O advento da transformação digital e suas demandas por uma comunicação mais ágil, transparente e coerente da organização com seus públicos em uma relação dialógica, traz à tona o necessário apelo para a responsabilidade social corporativa e sustentabilidade, ressaltando o fato de que a comunicação é parte intrínseca da existência das organizações1, e não um processo ou ferramenta cuja gestão fica à parte das decisões estratégicas.

Assim, como parte intrínseca das organizações, a comunicação acontece nas dimensões humana, instrumental e estratégica, sofrendo influências conjunturais e contextuais relacionadas aos ambientes econômico, político, cultural e tecnológico2. e se vê afetada nas suas bases teóricas, nas formas e conteúdo de comunicação e especialmente com relação às novas demandas inerentes, dentre elas, as características que impregnam a comunicação organizacional hodierna como:

  • Interatividade  – a possibilidade do usuário interagir com a informa disponível nos meios digitais;
  • Multimidialidade –  capacidade, outorgada pelo suporte digital, de combinar na mesma mensagem diversos elementos textuais, imagéticos e sonoros;
  • Hipermidialidade – capacidade de interconexão de conteúdos digitais;

Essas características integram a rotina das organizações e daqueles que nelas atuam, seja no ambiente corporativo, institucional, midiático ou Social. Policromia, multidirecionalidade e desvinculação da mensagem da forma e de sua relação espaço temporal, são fatores da comunicação organizacional além de aspectos como: colaboração, participação, recomendação e expressão.

A comunicação empresarial já deixou há muito de restringir-se a um departamento ou ações isoladas, desconectadas, embora isso ainda ocorra em muitas empresas que compreendem a comunicação como uma despesa, algo que “deve” ser realizada por alguma razão que ninguém sabe bem o porquê. Embora isso seja verdade, é uma percepção inerente a empresas que ainda não perceberam que a comunicação é a organização, que comunicação afeta as atividades operacionais, estratégicas e inovativas e, quando realmente estratégica, é ela que estabelece vantagem competitiva da organização frente aos públicos de interesse com os quais se relaciona.

A comunicação organizacional verdadeiramente estratégica e digital é, em essência, uma estratégia de presença digital aliada a uma estratégia de relacionamento e engajamento da organização com seus diversos públicos. Aliado a isso, a mudança, construção ou manutenção da cultura organizacional, da missão, visão e valores organizacionais, contribuindo para a disseminação da consciência de responsabilidade social corporativa.

Cabe à organização compreender que a comunicação é essencial para tornar tangíveis estas demandas tanto interna quanto externamente, e aos profissionais de comunicação, assumirem seu papel como protagonistas na construção de uma comunicação mais ética, transparente, sustentável e responsável.

———————————————————————————————————————————————————-

¹Ferrari, Maria Ap. Kunsch, Margarida. M.K. Gestão estratégica em comunicação organizacional e relações públicas. São Caetano do Sul: Difusão, 2009. 2ª ed
²Kunsch, Margarida M. K. Comunicação organizacional: linguagem, gestão e perspectivas. Volume 1. São Paulo: Editora Saraiva, 2009.
³Saad, Beth apud Kunsch, Margarida. M.K. Gestão estratégica em comunicação organizacional e relações públicas. São Caetano do Sul: Difusão, 2009. 2ª ed. Oliveira, Ivone de L. Estrutura e funções da Comunicação nas Organizações: articulação entre conceito e operacionalização. PUC Minas. Disponível em gt.lourdes.pdf

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.