A autora do livro “Criatividade na Educação”, Terezinha Araújo, escreveu: “Pensar com todo o cérebro e expressar-se com todo o ser.” Essa frase está intimamente ligada ao conceito máximo da criatividade. 

Eu coloco meu cérebro em atividade para produzir ideias e realizo os insights com toda a expressão da minha criatividade em ação.

Sair da inércia, do caos absoluto é o ponto crucial da criatividade. Isso requer que você aja! Criar é o ato de trazer algo à existência. Não é apenas um ato divino. É o ato de fazer acontecer, aqui e agora.

Daniel Golemann disse que “a criatividade aumenta na medida da consciência que se tem dos próprios atos criativos”.

Sendo assim, vou compartilhar aqui alguns conceitos de criatividade (através dos tempos), apresentados por Terezinha Araújo, no livro “Criatividade na Educação”, para ajudá-los a exercitarem o seu potencial criativo.

Criatividade é…

 

Platão: uma inspiração divina.

Descartes: uma forma de intuição, vem da alma.

Darwin: força criadora inerente à vida (nada se perde, tudo se transforma).

Galton: transmitida por códigos genéticos.

Copérnico, Kepler e Galileu: fizeram uma ruptura na sua forma de pensar, desafiaram padrões e pensaram o novo, fugindo da lógica cartesiana.

Einsten: a imaginação é mais importante do que o conhecimento.

Skiner: um processo de associação entre estímulos e respostas.

Freud: a produção criativa é uma forma inconsciente de extravasar conflitos e poder solucioná-los.

Jung: o processo criativo consiste na ativação do inconsciente coletivo ou pessoal.

Winnicot: o que faz com que o indivíduo sinta que a vida vale a pena ser vivida.

Carl Rogers: uma tendência do ser humano à auto-realização.

Rollo May: o encontro intenso entre uma ideia (mente) que desencadeia um processo altamente emotivo.

Maslow: o processo criativo também como uma oportunidade de auto-realização.

Daniel Golemann: não é um mero fogo mental – a realização entre o pensamento e o sentimento ou entre a mente e o corpo é fundamental para liberá-la.

David de Prado: representa uma revolução mental, uma nova forma de conhecer e pensar, que põe em ênfase não a reprodução do sabido, mas sim uma construção de novos conhecimentos na dimensão inventiva e fantástica da mente humana que apenas se amplia.

Saturnino de la Torre: é a capacidade de produzir ideias novas e comunica-las; é como um raio laser que penetra o mais profundo da pessoa e projeta sua luz sobre as instituições nas quais atua e termina por transformar a sociedade.

Domenico De Masi: consiste em um processo mental e prático ao qual, uma só pessoa ou um grupo, depois de ter pensado ideias novas e fantasias também, consegue realizá-las concretamente.

Edward de Bono: é um processo que envolve mudança de conceitos e percepções, consiste em grande parte na reorganização daquilo que sabemos a fim de descobrirmos o que não sabemos.

Guilford: é uma maneira de se comportar diante dos problemas do dia-a-dia. Isto se mede através de elementos como fluidez.

Graciela Aldama: é uma maneira especial de pensar, sentir e atuar, que conduz a um resultado, ou um produto original funcional ou estético, seja para o grupo social ao qual pertence.

Eunice Soriano: tem a ver com processos de pensamento que se associam com imaginação, “insight”, invenção, inovação, intuição, inspiração, iluminação e originalidade. Ela diz respeito a uma disposição para pensar e para brincar com as ideias. Tem também algo de mágico, de misterioso, uma vez que as ideias criativas nem sempre ocorrem quando nós a desejamos ou as procuramos, mas sim, emergem inesperadamente em momentos em que estamos, muitas vezes, longe dos problemas.

Roger Von Oech: o pensamento criativo é uma atitude, uma perspectiva que leva à procura de ideias, a manipular conhecimento e experiência.

Terezinha Araújo: é um processo através do qual, a mente funciona sem constrangimento, em outras palavras, é um despudor da imaginação.

E para finalizar, criatividade para mim é…

…é o processo mental de produzir ideias novas em um novo mundo que se descortina, onde o pensar, o sentir e o agir tornam-se protagonistas da mais alta expressão criativa do ser humano.

 

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.