CRM e Big Data são apenas programas de computador?

Trata-se de uma pergunta recorrente em todas as discussões e apresentações sobre esses temas, porém engana-se quem pensa que a tecnologia sozinha pode fazer alguma coisa  ou melhorar o aproveitamento das informações dos clientes com o objetivo de conhecer seus hábitos pessoais e de consumo.

Simplesmente porque o Customer Relationship Management (CRM) e o Big Data são estratégias empresariais e mercadológicas, não simplesmente sistemas de computador. O correto é afirmar que essas duas estratégias utilizam-se sim de tecnologia para serem possíveis nos dias de hoje, mas nunca pode-se afirmar que somente com a tecnologia todas os problemas acabarão!

Essa confusão acaba ocorrendo por conta da constante abordagem de empresas desenvolvedoras e softwares que para alavancarem as vendas, prometem ser “mais inteligentes” e podem fazer muitas tarefas por si só.  Mas, não podemos nos enganar… o lado humano foi, é e sempre será o mais importante insumo para que essas estratégias mercadológicas sejam possíveis e alcancem os resultados esperados.

A análise dos números e dos cenários propiciados pelas informações sempre será realizada pelos profissionais da área, bem como a decisão final sempre será tomada por esses mesmos profissionais. Os cenários, o cruzamento de informações, as conclusões e as ações decorrentes dessas decisões sempre serão de responsabilidade de profissionais de marketing e gestores comerciais capazes de interpretar os cenários que se apresentam. Logo, não dá mais para pensarmos nessas profissões no século XXI, sem nenhum enfoque analítico, onde os profissionais devem se atualizar para serem capazes de analisar um volume de informação disponível que seja cada vez mais abrangente!

CRM e Big Data usam sim tecnologia! Mas, não podem ser rotulados somente como uma ferramenta tecnológica! Tratam-se de estratégias empresariais que se implementadas e administradas por profissionais capacitados e cientes de que suas análises são importantes, alcançam os resultados. Os relacionamentos com os clientes tendem a melhorar e muito.

Caso isso não aconteça, infelizmente ainda teremos muitas empresas e profissionais de nossa área que ficarão presos ao século passado com a falsa impressão que esse mundo novo, trata-se apenas de programas de computador.

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

1 comment

  1. Felipe Soares

    Prof. Clayton, muito interessante seu post.

    Concordo que a tecnologia por si só não resolve os problemas que temos hoje nas empresas. Infelizmente algumas pessoas tem está visão, talvez por falta de conhecimento sobre o assunto.

    Na minha opinião, o modelo de educação das universidades do Brasil não incentiva o quão necessário é atualmente os jovens que estão se formando a ter uma visão analítica dos dados, porque na maioria das instituição de ensino superior apenas é passado o conteúdo e posteriormente uma avaliação. Falta fazer o aluno entender na prática a importância disso e que os softwares por si só não resolver. Não estou julgando os modelos atuais, até porque não tenho embasamento para tal, mas acredito que falta incentivos por parte das instituições.

    Porém, acredito que atualmente o jovem com a quantidade de informações e atividades que pode participar, como por exemplo, jogos de negócio, empresa júnior e até mesmo no estágio que realiza ainda na graduação pode ter este choque de realidade e entender a importância e que a tecnologia precisa do ser humano.

    Obrigado !!