Diferente do que muitos pensam, o Marketing é mais do que vender um produto, vai além da propaganda ou da publicidade, são os 4 ou os 8 Ps. O Marketing e todas suas estratégias, e não só a propaganda, são a alma do negócio.

Como definição de música aprendi que a propaganda é “a arte de combinar os sons e tem por finalidade evocar sentimentos”, e posso dizer que Marketing é a arte de combinar as diferentes estratégias de produtos, de propaganda, de vendas e toda a estratégia voltada à satisfação do cliente. O desenvolvimento de fidelização da marca, tem por finalidade suprir as necessidades do consumidor adicionando valor ao seu produto ou serviço.

O Marketing, assim como a Administração pura, abrange e se preocupa com todas as áreas da empresa, pois se qualquer uma delas estiver mal administrada é o cliente quem sofre as consequências. Uma vez que o objetivo do Marketing é a satisfação do cliente, se este não for atingido, o Marketing não obteve sucesso.

Segundo Philip Kotler, o pai do Marketing, a definição mais sucinta e objetiva de Marketing é transformar uma necessidade em uma oportunidade lucrativa, ou seja, suprir necessidades gerando lucro (Administração de Marketing, Philip Kotler – 14ª ed.).

Por isso o Marketing pensa primeiramente no cliente, no público alvo, em quais são suas necessidades e como gerar fidelização, juntamente com as demais áreas da empresa, e trazer o produto ou serviço certo para o mercado.

Quatro pilares do marketing

Existem  4 pilares básicos de uma estratégia de Marketing que estando em equilíbrio tendem a influenciar e conquistar o público alvo.

1. Produto
2. Preço
3. Praça
4. Promoção

Daí, comprovamos que vender, por si só, não faz o Marketing. A propaganda por si só não faz o Marketing. O produto ou a marca sozinhos não fazem o Marketing e o Marketing sozinho não fideliza cliente. É todo um conjunto de estratégias e ferramentas que, através do Marketing, conquista, satisfaz e fideliza, a partir do valor gerado no produto.

Desmistificando o Telemarketing

Dentre as estratégias de Marketing, esta é a mais criticada e cabe ao marquetólogo (e não marqueteiro -> termo pejorativo) desmistifica-la.

O telemarketing é uma estratégia que pode causar uma percepção negativa sobre o objetivo do Marketing. Voltamos a dizer que o Marketing busca e analisa as necessidades do cliente, seu publico alvo, antes de tratar da venda em si. Desta forma chamam qualquer venda por telefone de telemarketing, porém se esta venda não tem como foco satisfazer o cliente a partir das suas necessidades, não é Telemarketing e sim, Televendas.

O objetivo do Televendas é vender, independente do cliente precisar e estar interessado no produto. O vendedor (e não marquetólogo) tem uma meta de vendas a cumprir e sendo assim usará de toda e qualquer informação adquirida para convencer o cliente a comprar.

Portanto, não culpe o Marketing se um vendedor te ligar e ficar insistindo para que você compre determinado produto que você não tem interesse, ele estará utilizando estratégias de vendas e não de marketing.

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.