Dica de férias: Desconecte-se

Fevereiro, normalmente, é um dos meses que tem o mais prolongado feriado do ano: o carnaval. Além disso, todas as cidades com rios e mares celebram no dia 02 o feriado de Nossa Senhora dos Navegantes. Também é um dos meses preferidos por quem tira férias, pois está no auge do verão e há a possibilidade de emendar as férias com um dos feriados citados para “esticar” o período de descanso. No entanto, muitos profissionais simplesmente não conseguem descansar no seu período de férias e retornam ao trabalho quase tão estressados quanto estavam quando saíram. Por isso, o post de hoje vem com uma recomendação: desconecte-se e aproveite seu descanso.
Não é de hoje que por diversos motivos os profissionais têm essa dificuldade. Alguns, sentem-se ameaçados em seus empregos ao saírem de férias, nutrindo o receio de perder o cargo. Assim, procuram sempre se mostrar presentes e tentam manter algumas tarefas para se mostrarem insubstituíveis (ainda que isso não seja verdade). É uma forma de defesa muito comum, mas não muito bem vista por gestores e líderes, pois normalmente esse tipo de profissional acaba centralizando informações importantes, o que prejudica o andamento do trabalho na sua ausência. Outros (devo confessar que muitas vezes me enquadro nessa categoria) gostam tanto do que fazem que acabam vivendo isso no seu dia-a-dia, seja nas férias ou no período de trabalho. Esse tipo de profissional está sempre tendo ideias, captando o que acontece e pensando em como isso pode ser adaptado para sua empresa. Tecnicamente, isso não é estressante e não impede que as férias sejam curtidas. O problema é que normalmente quem nos acompanha não pensa assim e isso pode se tornar desgastante para nossos parceiros de férias. Fora a parte que ficamos pendurados em algum dispositivo móvel enviando e-mails para nossos colegas sobre nossas ideias adquiridas nas férias.

Para curtir bem suas férias, sugiro o seguinte:

Organização e planejamento: Com a maior antecedência possível defina quem fará o quê na sua ausência. Se isso for responsabilidade do seu gestor e você perceber que ele está se amarrando, defina você um par que possa dar suporte ao escolhido na sua ausência e comece a explicar suas tarefas ou onde você guarda o quê, como ficam as pastas no seu computador, onde dados podem ser localizados, faça uma lista dos principais contatos e deixe a mão, etc.

Agendamento: Agende suas férias com antecedência e defina para onde e como você vai. Assim, as pessoas saberão que você estará “fora da área de cobertura” em determinados períodos.

Coerência: Ok. Você está cansado e está na época das suas férias ou elas já estão vencidas. Mas você está trabalhando num projeto que está numa fase crítica. Talvez você deva negociar com seu gestor para tirar férias mais adiante. Se sua presença é importante naquele momento, talvez não seja hora de tirar férias. Afinal, provavelmente você não vai conseguir relaxar sabendo o que está ocorrendo na sua ausência. Avalie com seus gestores e acate a decisão dele.

Gente, férias (ou feriados) servem para relaxar, renovar as baterias. Não importa o quanto você produziu nas férias, quando você voltar oficialmente para o trabalho você vai ser 100% cobrado. Ninguém é de ferro. Uma hora o corpo cansa e começamos a cometer erros bobos. Então o que você acha de refletirmos sobre isso e tentarmos descansar desligados de tudo? Descansos são necessários para que haja a renovação. Aproveite o seu. E para aqueles que temem perder o emprego, faça seu trabalho o melhor possível, compartilhe as informações com os interessados, forme pessoas, contribua ativamente para o desenvolvimento da empresa, dê ideias, seja pró-ativo. Isso vai manter seu emprego, mesmo que você tire férias em Acapulco e esqueça o celular em casa. E se não manter, certamente você estará enquadrado no perfil mais desejado pelas melhores empresas. Às vezes a renovação é necessária.

E você? Já teve dificuldade para sair de férias? Comente sua experiência!

 

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Leave a Reply to natplena Cancel Reply

6 comments

  1. Anonymous

    >Ótimo texto, Aline!
    Desconectar, embora não seja fácil, é preciso! Senão o cansaço acumula e a cabeça e o corpo acabam não aguentando muito tempo.
    Abraços,
    Vanessa Alkmim

  2. Anonymous

    >Otimo texto Aline!

    Acabo de voltar de umas ferias revigorantes depois de 4 anos!!! E foi muito bom!!!
    Descentralizar e fundamental e, se vc e gestor, vale mostrar que esta disponivel tambem, porque uma vez ou outra podem precisar de vc!

    Grande abraco!!!

    Tati.

  3. Priscila Stuani

    >Ótimas dicas Aline!

    Esse blog é genial mesmo! Altas dicas relevantes.

    Vou guardar esse post também para estudar ele.

    O acúmulo de atividades é muito intenso e precisamos de tempo para respirar e colocar as idéias no lugar para trabalhar melhor, com mais criatividade e dinamismo, não é mesmo?

    Abç

  4. Duda Polibiano

    >Ah…
    Por isso é que eu vou sempre para algum destino que não tenha celular e nem internet…
    A minha sugestão para os meus companheiros é que viagem para fora do Brasil ou para alguma cidade bem pequena do nosso tão grande e belo país que te proporcione este momento de "paz".
    Caso vc tenha alguma idéia, insight, planejamento, anote em um papel..
    Evite qualquer tipo de contato com o mundo corporativo…
    Isso te ajudará durante todo o seu ano de trabalho…

  5. natplena

    >Adorei o texto, em tempos tão digitais!!! E boas férias e desconexões pra todos! ;)

  6. Priscila Falchi

    >Oi Aline, concordo plenamente com você. Se ficamos conectados o tempo todo, sem um descanso, chega um momento em que as energias acabam. É melhor desconectar por um período, mesmo que curto, para reabastecer as baterias.
    Devemos fazer como a Duda falou: viajar para um destino que nos obrigue a esquecer do mundo corporativo.
    Confesso que é muito difícil, principalmente para quem é workaholic