Qual a forma de pensar o Digital Branding?

Digital Branding

Vejo muita gente confusa, o que é natural para quem não vive o dia a dia, com o mundo digital e como participar dele, como inseri-lo na estratégia da sua área ou empresa e como gerar valor para seu negócio por meio de uma estratégia digital.

O mundo digital na minha visão se define e se integra (sempre) em 5 diferentes pontos:

E-commerce:

Das 5 áreas existentes, o e-commerce é a maior e mais complexa, pois uma loja online é uma empresa à parte, pois pode envolver todos os departamentos de uma empresa, quando ela não for somente online. Podemos citar o atendimento, a logística, o financeiro, o administrativo, o marketing e muitos outros, dependendo de cada negócio.

Marketing Digital:

Uma área pujante em constante evolução e com muitas particularidades. Em uma linha de pensamento, se temos, desde uma página simples na internet até um grande e-commerce, essa é a área que vai fazer o seu negócio online ser conhecido, trazer o consumidor para a sua loja, gerar valor para sua empresa e, consequentemente, ganhos financeiros.

Seu negócio poderá dispor, dependendo do investimento, mais de 10 opções de canais de promoção e propagação da sua empresa.

Mobile:

De encontro com o pensamento seguido, considero que a plataforma Mobile (tablets, celulares e outros) tem que estar integrada na estratégia da empresa, não se pode fugir mais. Seu negócio tem que considerar uma comunicação única para qualquer dispositivo, para o cliente poder interagir com sua empresa a qualquer hora e momento.

Projetos Digitais:

Todos os temas que vimos até agora, podem ser considerados projetos digitais. Mas além de fazer sites, páginas, hotsites, aplicativos , banners etc, não só o consumidor tem que ter o melhor acesso online. Há que se pensar também na sua empresa internamente, no backoffice. Como o digital também pode ajudar a sua empresa a ser melhor em novos processos e automações que irão otimizar e ajudar a todos e, consequentemente, refletirá para o consumidor final.

Business Intelligence:

A conclusão de tudo isso não pode, de jeito nenhum, ficar “no ar”, sem controle. O mundo digital nos permite ter, se não 100%, quase em sua totalidade, informações, números e indicadores de como seu negócio está se comportando no mundo online. São centenas de informações que existem e precisam ser computadas e, principalmente, entendidas.Elas auxiliarão na tomada de decisões e terão que ser inseridas na estratégia da empresa para o desenvolvimento dela, na geração de novos negócios e, principalmente, entender o seu consumidor com muito mais precisão.

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Leave a Reply to Victor Raful Cancel Reply

4 comments

  1. Eliane

    Oi Victor,

    Os pontos apresentados pelo seu post são ótimas formas de nortear o profissional para o desenvolvimento da estratégia digital. Tenho certeza que seu post ajudou a esclarecer muitas dúvidas sobre Digital Branding e conto com novas colaborações suas para o blog.

    Parabéns, pela iniciativa e pelo texto.

    Abraços, Eliane.

  2. Victor Raful

    Olá Eliane,

    Que bom que gostou do post. A intenção era justamente essa, poder contribuir de alguma forma.

  3. Victor,
    ótimo seu artigo concordo com você nesses pontos.
    Só penso que deve-se trabalhar o Branding também no meio off, digo as lojas que são diretamente focada no e-commerce.

  4. Victor Raful

    Olá Mateus! Neste posto foquei somente no digital. Claro que a empresa tem que focar o branding de uma maneira geral e isso afeta também o backoffice.