Liderança: uma visão de força

Todos desejamos construir e manter famílias mais felizes, trabalhar ou ter empresas saudáveis e viver em uma sociedade mais solidária, e para isso necessitamos repensar os modos de liderar em nossos ambientes.

Competências que antes eram as adequadas nos últimos 50 anos já não são mais tão úteis na sociedade da era da comunicação e do servir ao cliente, era do relacionamento móvel e do mundo volátil e volúvel.

De repente parecem desmoronar as verdades sobre motivação, lealdade, comprometimento e – a liderança! Faltam líderes competentes, isso é um fato. Falta líder, ter uma visão de força.

Na esfera política, muitos países sentem a falta de lideranças com competências múltiplas.

O mundo empresarial não consegue formar líderes em quantidade e qualidade suficientes para se expandirem, nem para se posicionarem junto a seus clientes, fornecedores, parceiros e até seus funcionários.

Nas famílias é cada vez maior a distância entre pais e filhos. As comunidades por falta de lideranças pararam de pensar no bem comum. O que fazer? O que o marketing tem a ver com isso? Como a academia pode contribuir de maneira eficaz? Uma saída é tentar aprender com a prática! FAZER BECHMARKING MESMO, daqueles a quem pode-se chamar de “os novos líderes”. E a referência é a idade cronológica, mas a idade das ideias. 

É assim com o marketing, as novas ideias são calçadas no óbvio, e o óbvio além de ser uma prova de maturidade apresenta o novo como algo surpreendente, mas estava alí bem pertinho.

Ao longo dos meus 29 anos de carreira, pude observar, conviver e aprender com líderes de vários perfis diferentes. Uns nesta proposta, raros, mas vi.  Outros que de maneira tácita me mostrou a simplicidade e ao mesmo tempo a profundidade do marketing, em ações específicas de quem conhece muito,  mas  efetivamente o que pode-se perceber é que o marketing está presente sim na liderança pessoal e empresarial.

Resumindo em poucas e objetivas palavras, marketing trabalha com identificação de necessidades e desejos, planejamento, aproveitamento de oportunidades, desenvolvimento de pessoas mercados. Basicamente isso…

E você conseguiu perceber em uma relação direta do que esses conceitos sugestivo tem a ver com marketing? Perceba que tudo está interligado em uma base de oportunidades que podemos chamar de conceitos e princípios de marketing.

Podemos ainda trazer outro conceito de marketing para a liderança, que é  liderança da marca.

Olhamos uma marca sempre com os olhos da identificação pessoal, só compramos ou nos afeiçoamos por um produto ou marca quando conseguimos ver neles a nossa semelhança, com o líder “pessoa” é  assim também, se nos identificamos com o líder, tendemos a segui-lo muito mais por está identificação que pela imposição funcional, e quando o líder sabe disso, aplica ainda mais e de maneira consciente os princípios do marketing na sua gestão, este caso aqui mais um pouco de marketing pessoal.

Então, a afirmativa feita inicialmente encaixa perfeitamente, seguindo claro esta linha de visão  e pensamento, o marketing acadêmica tem aprofundamento de princípios cuidar para que toda a empresa, ou seu sistema operacional viva em função do seu maior bem: os clientes e os funcionários.

Adquirindo está consciência teremos uma vida empresarial muito mais saudável e com longanimidade

E assim devem ser às ações de marketing, sempre em busca de conquistar na mente do consumidor o melhor lugar, aquele da identificação plena que a escolha por uma marca especial vai garantir a satisfação do consumidor, e em se conseguindo, vem junto a visão da fidelização.

Escreva seus comentários, participe, deixe sua sugestão de temas que você gosta de ler, vou pesquisar e retorno com o um texto enriquecido.

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Leave a Reply

4 comments

  1. É um fato, Professor, que estamos com falta de Líderes.
    As mudanças no cenário competitivo mundial ainda não consolidaram quais os atributos que de fato os novos Líderes precisarão ter.

    No entanto, alguns pensadores da Administração já esboçam algumas características interessantes, como Jim Collins ao descrever o seu “Líder-nível-5”: um Líder sozinho NÃO faz o sucesso de uma empresa, mas sozinho ele pode sim, trazer o fracasso.

    Se o Líder trabalhar para a Empresa e não para si, encontrar no sucesso da empresa e seus dependentes a razão de sua existência pode obter sucesso. Mas se fizer da liderança um ato de autopromoção e vaidade, ficará sozinho e sozinho ele cai, mas com ele, a empresa. E um bom Líder não trabalha sozinho, precisa bons líderes com ele, caso contrário vira um gênio rodeado de “ajudantes”, coisa circense, que não traz crescimento algum.

    Faz pensar um pouco.
    $uce$$o! Excelente texto. Abraços. :)

  2. Grande professor Freire!!!!

    Gostei da sua sugestão do benchmark, afinal, nada se cria, tudo se melhora.

    Tive 2 lideres no trabalho que serão inesquecíveis para mim! Pessoas fundamentais que me inseriram no mercado de trabalho e contribuíram para euros nortear em minhas ações! Como eh bom olhar para traz e ver que apliquei alguns ensinamentos e que consigo ser grata por isso. Um líder não se fabrica, se desenvolve mas acima de td a liderança se conquista!

    Abraços!!

  3. Izabela Reis

    Vejo que precisa ser revisto também os processos de seleção, se faz tantos testes, tantas dinâmicas não ainda não se sabem definir o perfil certo do líder para aquela empresa. As vezes, o perfil que é bom para uma empresa não é bom para outra, pois devemos levar em consideração também a cultura e o clima organizacional. Acho também que cada um deve desenvolver a liderança no seu trabalho nas suas atividades independente dele ocupar o cargo de lider na empresa. Parabéns pelo texto bem elaborado e de fácil compreensão.

  4. Seus textos sempre me trazer muito conhecimento, professor! Realmente existe a carência de lideres múltiplos em todos os pontos da sociedade. Fazer bechmarking e perceber que o surpreendente surge do óbvio faz toda a diferença.
    Abraços,
    Vanessa