Na peça Édipo Rei, de Sófocles, uma Esfinge ficava à porta da cidade de Tebas desafiando a todos com um enigma: “Que criatura pela manhã tem quatro pés, ao meio-dia tem dois, e à tarde tem três”?

Aqueles que erravam eram assassinados pela Esfinge e quem acertasse livraria a cidade de Tebas de uma praga. Édipo acerta e segue para seu destino trágico.

A resposta que Édipo deu ao enigma foi: “O homem — engatinha como bebê, anda sobre dois pés na idade adulta, e usa uma bengala quando é ancião”.

De certa forma esse mesmo enigma mata e liberta tantos homens e seus negócios até hoje.

Imaginemos um mercado de bairro que já exista há 15 anos e faça parte de uma rede. Quando foi aberto, os principais aspectos considerados foram a oportunidade de um bom ponto de esquina, o bairro estava crescendo, com prédios sendo construídos e alguns concorrentes já estavam por ali. Hoje a rede utiliza estudos de Geomarketing para abrir suas novas lojas, mas esquece de voltar atrás e observar novamente se aquela loja deveria estar ali.

Pode-se comparar o homem, da resposta de Édipo, aos clientes. Àquela altura, há 15 anos atrás, o bairro crescia com jovens famílias que se mudavam para lá. Alguns caminhavam com quatro patas e consumiam fraldas e pomadas, outros corriam para lá e pra cá enquanto se estabeleciam na vida e sustentavam suas famílias, consumindo mais em dias de promoção e poucos andavam com três patas, apenas alguns vovôs e vovós que vivam com seus filhos e netos.

Hoje o bairro mudou muito, poucos andam com quatro patas, uma vez que os jovens que ali cresceram ainda não têm filhos e os que têm foram morar em outro bairro, já que o valores dos imóveis são altos. Muitos dos que corriam em suas duas patas agora andam calmamente sobre três.

Em pouco tempo o grupo das três patas será a maioria e isso fará toda a diferença.

Os impactos do momento de vida dos clientes, Life Time Cycle, são muitas vezes mais determinantes para o consumo do que a classe de renda e juntos formam uma característica determinante para o resultado de muitos negócios.

Assim, mesmo os estudos de Geomarketing mais detalhados precisam ser revistos de tempos em tempos, sempre em busca das características de mercado mais atuais e que podem redirecionar a atuação da empresa face o novo ambiente.

Esse texto foi escrito em parceria com João Eduardo Caetano.

João Eduardo Caetano é formado em comunicação social pela UFRJ, apresenta MBA pela FGV e Pós Graduado em Inteligência de Mercado pela ESPM/IBOPE. Atua na área comercial da Geofusion, identificando as melhores aplicações de Inteligência Geográfica para empresas de diversos segmentos.

 

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

3 comments

  1. Eliane Lages

    Parabéns pelo post, Jana e João! Essa parceria foi um sucesso. Gostei muito de conhecer um pouco do conceito de Life Time Cycle.

    A comparação trabalhada no texto com a peça do Édipo Rei foi ótima!

    Abraços, Eliane Lages.

    • Luis Paulo

      Muito bom o texto Jana e João!!!

      Estão de parabéns! Esta parceria pode ainda render muitos bons textos!

      Abraço,

  2. Muy buen articulo, completo, entretenido y con información actual e interesante.