Marketing: vilão ou mocinho?

imageim 1

Olá! Tudo bem? Começo o segundo post do ano com um tema diferente do que costumo escrever. Em conversa com amigos e colegas de profissão, procurei saber como os departamentos das empresas as quais pertencem tratavam o departamento de marketing.

E tive várias respostas, das mais angustiantes às mais engraçadas possíveis, além de gente que falou bem, ainda bem!

De gente doida e desocupada à profissionais que fazem a diferença no mercado, relatar estresses extremos me fez refletir sobre os motivos do marketing ser considerado o vilão e não o mocinho da novela “Quase tudo pelo mercado”.

Um dos principais pontos desta vilania está na gestão do orçamento do setor. Se gasta mais do que deve com propaganda em demasia; mídia social, inteligência de mercado e comunicação, gasta-se com ações de PDV, com eventos considerados oba-oba e no final, gasta-se, gasta-se e gasta-se.

Segundo pesquisa com meus amigos e colegas de trabalho, na maioria das empresas, os outros departamentos consideram o marketing como o grande vilão do resultado anual e não se preocupam em perderem os seus empregos, pois sabem que a equipe de marketing será trocada, a verba será diminuída, assim, seus empregos estarão garantidos. Ledo engano.

Para nós e para algumas empresas, o marketing atingiu o patamar de departamento necessário e se tornou uma peça essencial para o crescimento da empresa. Mesmo com a meta anual não sendo atingida, para estas empresas que acreditam que o marketing teve sim sua participação na busca pelo resultado comercial, pode-se concluir que as ações despertaram no shopper o conhecimento pelo produto e a pequeno, médio ou longo prazo, uma escolha de compra pelo produto/serviço. Para comprovar o que digo, basta analisar pesquisas como Nielsen e Kantar, ou mesmo adquirir softwares que captam a inteligência de comunicação e branding.

Talvez, você me diga: uma empresa de grande e médio porte não pode comprar pesquisas ou softwares. Ok. Mas pode contratar um profissional que entenda de relacionamento com o cliente, pesquisa de mercado, ações de trade marketing, entre várias funções que o marketing desenvolve para o mercado e para os colaboradores e stakeholders.

Portanto, nem vilão e nem mocinho. O marketing é apenas o amigo que os outros departamentos, infelizmente, não percebem ter.

Grande abraço!

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.