Medo e insegurança – eles vão levar você para o topo!

Isso mesmo que você leu. Em pesquisas sobre o que motivou empreendedores e líderes de grandes empresas (os Young Global Leaders), especialistas descobriram que foram os medos e inseguranças deles que os fizeram chegar onde estão hoje.

Tomei conhecimento sobre esse fato durante o Laboratório Estudar (ministrado pela Fundação Estudar, de Jorge Paulo Lemann) em Belo Horizonte em Agosto deste ano, e desde então isso tem me feito pensar muito. Para mim, inconscientemente, gente grande meio que já tinha nascido grande. De alguma forma, esses Steve Jobs, Madonna, Obama, Marcel Telles da vida, em algum momento tinham tudo certo na cabeça e se acharam rapidamente numa trajetória linear rumo ao sucesso. E foram então, felizes para sempre. Parece óbvio que essa crença estava equivocada. As biografias e os filmes sobre a vida dessas pessoas de grande sucesso mostram seus fracassos e seus problemas, mas isso só fez mesmo sentido para mim há pouquíssimo tempo.

É preciso entender o poder e a relação que o medo e a insegurança têm ao longo do nosso caminho pessoal e profissional. É imprescindível saber que o medo e a insegurança provocam energia e fazem com que as pessoas se movam em direção a conquistas. É necessário conhecer e tocar a ferida, o feio, o estranho, o que dá pavor para que se saiba com muita força o que não se quer. Isso nos faz com clareza e objetividade buscar o oposto de tudo aquilo e identificar então o que realmente queremos!

O medo não nos acorda, mas é ele quem nos faz levantar para trabalhar todos os dias. Na verdade, não é o medo, são os medos, porque temos muitos e a lista parece não ter fim: medo de não ter casa, comida, roupas, afeto, atenção, admiração; medo de ficar sozinhos, de não ter filhos, de perdermos amigos, parentes, família; medo de não sermos atraentes ou bonitos o bastante, de não preenchermos os quesitos e expectativas dos outros. E como precisamos desses medos! Como é necessário que sejamos inseguros! Pois são as nossas inseguranças e os nossos medos que nos levam a ser quem somos e estar onde estamos.

Talvez seja a falta de medo de ficarmos feios, burros, estúpidos, pobres e inválidos que nos dá a coragem de não buscarmos o melhor para nós mesmos, para nossos colegas de trabalho, para nossa família. Provavelmente é o excesso de segurança que nos faz olhar para o trânsito de São Paulo, de Belo Horizonte, ou mesmo de Cuiabá e termos a coragem de não fazer nada a respeito! Não ter medo de morrer, de ficar obeso, de não ser ninguém na vida é uma tristeza, pois são essas pessoas tão corajosas que morrem cedo sem aproveitar o máximo que a vida tem a oferecer. São elas mesmas que não cuidam da própria saúde, que não se amam e que têm coragem de conformar com doenças facilmente tratáveis e deixar suas famílias em situações financeiras difíceis durante a vida e após sua morte. São essas pessoas extremamente seguras que fazem o que querem com os outros e têm a coragem de jogar fora relacionamentos de anos, amizades, histórias há muito construídas.

Não enfrente seus medos. Entenda-os. Saiba exatamente onde é que eles têm contribuído para o seu próprio bem. Na carreira e na vida. Pois no que concerne a mim, eu morro de medo de não ser lembrada depois da minha morte. Tenho pavor de ficar gorda e ridícula! Estremeço só de pensar em parar de crescer, de aprender, de me aperfeiçoar e de desenvolver as pessoas que estão ao meu redor. Eu me arrepio só de sonhar que passei pela vida, que é uma só, e não fiz tudo o que poderia ser feito.

E você, tem medo de que?

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Leave a Reply to Izabela Reis Cancel Reply

47 comments

  1. antonio fonseca

    fiquei com medo de não ter lido sobre isso antes…

    mas sempre presto atenção no meu maior medo: não estar preparado, acho que isso proporciona o sucesso em uma apresentação, reunião, argumentação…

    • Tati

      Que legal Antônio!!! Amo esse medo de não estar preparada, ele ajuda muitooooo!!
      Muito obrigada pelo seu comentário querido!
      Bom dia!!!!

  2. Edemir Severo Ferreira

    Simplesmente tenho medo do amanhã !!

    • Tati

      Ei Edemir! O medo do amanhã acho que nos faz ser melhores hoje para enfrentarmos melhor o dia que virá pela frente né!
      Muito bom isso! Adorei!
      Obrigada pelo seu comentário e tenha um ótimo dia!

      Tati

  3. Parabéns pelo artigo Tatiane, realmente o medo é um dos nossos piores inimigos, como disse o Pedro Bial em uma excelente crônica, pior do que ter medo é ter medo de ter medo, e vamos conviver com isso a vida toda, enfrentando nossos desafios e aprendendo com ele.
    Parabéns!

    • Tati

      Obrigada Douglas!
      É isso mesmo, o medo do medo também é importante! Alguns medos são bons, uns nos ajudam e outros nos travam e o medo do medo nos ajuda a entender isso né.

      Obrigada pelo seu comentário e tenha um ótimo dia!

      Tati

  4. Edu França

    O medo faz sempre pensar no certo e no errado e fazemos, e fazemos nossas escolhas . Meu medo e olhar para o passado e perceber q ainda continuo nele.

    • Tati

      Isso mesmo Edu! Concordo! O medo nos faz pensar eticamente sobre certo e errado e nos faz decidir por coisas boas para nossas vidas!
      Eu também tenho medo de ficar presa ao passado e isso me afasta dele mais! Isso é ótimo!

      Obrigada pelo seu comentário e tenha um ótimo dia!

      Tati

  5. O medo é algo inerente, acredito. Impossível, por mais que se acredite e tenha força de vontade para fazer qualquer coisa em sua vida, o receio e o medo de falhar sempre estará buzinando no seu consciente. Como diz a Madonna, citada aí no texto, “a razão pela qual intolerância, sexismo, racismo, homofobia existem é o medo. As pessoas têm medo de seus próprios sentimentos, medo do desconhecido.”

    • Tati

      Olá Marcos!
      E o medo de falhar pode ser bom e ruim… acredito que precisamos ficar atentos, pode ser bom porque nos faz fazer as coisas com mais atenção e da melhor forma possível, o lado ruim disso é ter medo excessivo e não tentar fazendo o que somos capazes de fazer!

      Obrigada pelo seu comentário e tenha um ótimo dia!

      Tati

  6. Carla Viana

    Tati sempre arrasa!
    Super verdade… E incrivelmente inspirador. Tenho medo de fracassar em algum objetivo sabendo que poderia ter feito muito mais para alcançá-lo. E isso sempre me impulsiona a fazer tudo e o melhor que eu puder!

    • Tati

      Isso Carla!
      Esse medo é importantíssimo e tem dois lados! Como falei para o Marcos, o medo de falhar e fracassar nos faz querer ser melhores, nos preparar melhor, nos esforçar mais… mas também pode nos fazer deixar de ser empreendedores… na dose certa, esse medo é fundamental!!

      Obrigada

      Grande abraço!
      Tati

  7. Saulo Nardelli

    Aprendi, em vários anos como consultor na Força Aérea, o seguinte:

    O medo te mantém vivo.

    Parabéns pelo artigo!

    • Que bacana Saulo!!!
      Concordo! Já li que o medo, o ciúmes, a insegurança, são sentimentos que vieram com a evolução do ser humano e que são muito positivos no sentido de preservarmos o que mais é caro pra nós!
      obrigada por seu comentário!

      um abraço,

      Tati

  8. Tenho medo de não conseguir prosseguir em minha carreira Executiva, de não viajar mais, de não ter filhos, de engordar, de perder amigos..

    Nossa quanta reflexão esse texto nos traz

    • Que bom que fez você refletir Ana! Esses seus medos são os mesmos meus, e eles estão nos ajudando a fugir de coisas muito negativas! Ainda bem!

      obrigada por seu comentário!

      um abraço,

      Tati

  9. Eliane

    Parabéns pelo texto, Tati!

    Além do medo, considero a dúvida um dos grandes combustíveis para buscarmos o crescimento profissional. Sem o medo e a dúvida é impossível sentirmos a coragem. E quando esse sentimento surge ninguém segura uma pessoa rumo ao sucesso.

    Abraços, Eliane.

    • Concordo Eliane!

      A dúvida também é muito importante!

      obrigada por seu comentário!

      um abraço,

      Tati

  10. Alexandre Bento

    O medo que não faz travar e sim, seguir com cautela, esse é muito bem vindo. Concordo também que o medo nos faz movimentar-se para a busca de um futuro melhor. Só não deixemos que o medo impeça de buscarmos nosso sonho!

    • Olá Alexandre!

      concordo em tudo com vc! Precisamos pensar sobre nosso medo e ver onde nos ajuda e onde nos atrapalha!
      obrigada por seu comentário!

      um abraço,

      Tati

  11. Izabela Reis

    Olá Tati! Sinceramente acho que todos temos medos, mesmo que não admitimos senti-lo. É um sentimento de autopreservação, como o Saulo disse, nos mantém vivo. Hoje como Mãe tenho medos em relação ao meu filho que é muito pequeno com a vida toda pela frente… (dá para imaginar…) Obrigada por nos fazer refletir e questionar. Abraços

  12. Tati

    Olá Iza!
    concordo com vc! E este medo com relação ao seu filho, com certeza faz de você uma mãe melhor!

    obrigada por seu comentário!
    um abraço,

    Tati.

  13. Barbara Kolanscki

    Tati, parabéns pelo excelente texto rico tanto no conteúdo quanto na escrita.

    Sem dúvida nossos maiores medos e inseguranças são trampolins para nossa realização. Meu maior medo é não deixar meu legado por onde eu passar, não aproveitar as oportunidades que a vida nos dá, parar de buscar conhecimento ou de aprender em algum momento por qualquer motivo e acima de tudo não saber dosar o peso que cada área de nossa vida tem e dar mais ou menos importância para uma área em detrimento da outra.

    abraços e parabéns!

    • Brigada Ba pelo seu comentário!!!
      Concordo com vc e compartilho seus medos viu!
      Essa questão das áreas pega muito pra mim, estou mais em algumas q nas outras, um desafio!

      Bju linda!

  14. Vitor O. volkart

    Boa tarde!
    Prezada Tatiane Vita:

    Creio todos nós temos os nossos medos e mesmo que não admitamos os mesmos; eles estão escondidos de todas as formas lá em algum cantinho de nosso cérebro.
    Mas, este tipo de conceito e de suas atribuições à que nos façam rebelar contra os mesmos e nos promovem forças imensuráveis para enfrentarmos estes medos; levam também à algumas mudanças comportamentais; em lendo um artigo e parte de um livro chamado ” O Efeito Lucifer “, nos parametriza para outra dimensão do que podemos ser capazes após enfrentarmos ” medos “, de tal forma à nos tornarmos conforme a tese final de Zimbardo e que certos sistemas e situações podem fazer que o doutor Jekyll se transforme em mister Hyde: “Talvez cada um de nós tenha a capacidade de ser santo ou pecador, altruísta ou egoísta, bondoso ou cruel, malfeitor ou vítima, recluso ou carcereiro. Talvez sejam nossas circunstâncias sociais que decidam qual de nossos muitos modelos mentais, qual de nossos potenciais, vamos a desenvolver”.
    Por isto é uma situação peculiar em que o acuado pode se transformar em agressor e fera na situação !!
    Abraços!!

    • Que bacana essa discussão V.O.V! Amei aprender sobre isso e quero ler este livro!
      Concordo demais que mais estamos do que somos e podemos mudar a qualquer hora, este é nosso real poder!

      Um abraço!

      Tati

  15. Alessandra Alkmim Costa

    Inspiração!!! Texto inspirados Tati! O medo me assusta mas não né derrota! Jamais! Adoro seus textos! Continue nos inspirando!

    • Obrigada Ale!
      muitíssimo obrigada!!!
      o medo não é derrota mesmo, pode até nos ajudar a correr dela!
      um abraço querida!

      Tati.

  16. Alessandra Alkmim Costa

    O medo não me derrota mas ele me impulsiona para o alto e avante! #juntossomosmais

    • Estamos juntas RUMO AO MELHOR QUE PUDERMOS SER Ale!

  17. Imileide Nogueira

    Belo artigo Tatiane!

    Tenho tantos medos que nem consigo numerá-los, mas o maior medo, é o medo de não saber lidar com eles, de não saber a forma correta de me impulsionar através deles. De ter tanto medo e com isso não ter a força suficiente de se mover, de virar refém dos próprios medos.

    • Olá Imileide!
      Concordo com você, o medo do medo pode ser prejudicial, mas por outro lado é este medo que nos faz arriscar, que nos faz pensar: será que vou ficar parada só porque estou com medo? e isso nos faz seguir adiante.

      Muito obrigada por seu comentário!

      Um abraço!

      tati

  18. Fabrícia Figueiró

    Acredito que o equilíbrio é fundamental para qualquer sentimento, inclusive para o medo. Em excesso, o medo pode nos impedir de avançar, assumir riscos e alcançar nossos objetivos. Na medida certa porém, o medo nos protege, nos tornando cautelosos e precavidos.

    “será preciso, contudo, ser cauteloso com aquilo que fizer, e no que acreditar; é necessário que não tenha medo da própria sombra, e que aja com equilíbrio, prudência e humanidade, de modo que o excesso de confiança não o torne incauto, e a desconfiança excessiva não o faça intolerante” (Maquiavel)

    • Que linda esta frase Fabrícia! Amei!
      o equilíbrio é a chave né, e também o desafio!
      busquemos o equilíbrio!

      Obrigada por seu comentário!

      Bjus,

      tati.

  19. joana d'arc santos

    olá tatiane, estou fazendo téc. em rh e essa matéria vai me ajudar a superar meus medos quando terminar o curso na recolocação no mercado de trabalho.
    tenha um bom dia.

  20. Juliana Nogueira

    Interessante esse ponto de vista sobre o medo. Pois é o medo de ficar estagnado que nos faz crescer. Mas é também o medo de não dar conta que nos faz ficar estagnados. Portanto é preciso olhar para nossos medos e entender para onde eles estão nos levando.

    • Tati

      Que bacana Ju!
      concordo com vc!

      bjus!

      Tati

  21. Que bom que vai lhe ajudar Joana!
    o medo vai fazer você se esforçar mais enquanto está no curso, fazer com que busque conhecimento onde está e já procure um estágio ou emprego antes de se formar!
    Boa sorte e sucesso!

    Tati

  22. Paulo A. Piereck da Cunha

    Tatiane, bom dia. continuando sua temática sobre o medo, há muito tempo ouvi de uma pessoa algo que quando parei para refletir, vi que é uma grande verdade. A gente só tem medo do desconhecido, pois o que já conhecemos, o que já vivemos, já sabemos se é bom ou ruim. E é somente nessas situações que conseguimos nos preparar melhor evitando surpresas.
    Um abraço.

    • Muito bacana isso Paulo!

      muito obrigada pela sua contribuição e por seu comentário! Vou lembrar disso da próxima vez q tiver medo do desconhecido.

      Um abraço,

      Tati.

  23. Geise Souza

    Eu tenho medo do medo… medo de não conseguir, das oportunidades perdidas, da frustração depois que se perde oportunidades únicas e assim como Izabela, depois que se é MÃE o medo de não conseguir fazer o melhor e tornar seu filho o melhor é mais que um medo.

    na minha opinião não ter medo está associado a baixa auto-estima, pois só quando você não acredita em você mesmo os medos não te impulsona a sempre buscar a conquista, a realização o melhor que você pode ser e além também. Bacana o texto Tati. obrigada.!

  24. Vanessa Alkmim

    Oi Tati!

    Seu texto traz uma perspectiva bem diferente do que costumamos ouvir.

    Mas, se pensarmos bem, conseguimos ver que os medos podem sim ser grandes motivadores, se os entendermos bem.

    Se tomarmos consciência deles, eles nos impulsionarão pra cima e não haverá limites.

    No âmbito profissional, por exemplo, tenho medo de ficar estagnada e parar de aprender, contribuir e crescer. Por isso, busco sempre por desenvolvimento. O que não sei, aprendo. O que nunca fiz, faço pela primeira vez. O que posso mudar, mudo.

    Nossos medos não podem ser barreiras, eles precisam nos manter em movimento!

    Bjos! :)

    • É isso aí Van!
      Concordo demais!!!
      Hora de nos manter em movimento na reestruturação do Projeto, por medo de não fazermos o melhor que dá pra fazer!

      Bjus querida!

      Tati

  25. Clayton Alves Cunha

    Ótimo texto Tati.

    Realmente lidar com os medos que temos é um desafio diário.
    Porém são poucos aqueles que optam por entender os medos que possuem, preferem escondê-los ou simplesmente não lembrar dos medos que tem por um problema muito simples…
    Preguiça…

    []’s

    Clayton Cunha.

    • Concordo Clayton!
      Preguiça é um sentimento que se não tomarmos cuidado toma conta de nós e nos faz continuar na inércia…
      Não querer se desenvolver e crescer acho que tem muito a ver com preguiça também né…
      Deu medo de ter preguiça agora! Hahahah

      Grande abraço e obrigada por seu comentário!

      Tati

  26. Maria V

    Muito bom o seu artigo Tatiane, eu por exemplo tenho muito medo de não ser alguém na vida, me formei o ensino médio esse ano, e tentarei o vestibular para Arquitetura, mas fico com medo de não ser exatamente o curso apropriado para mim, e que não serei uma boa profissional, além do mais,medo de n ão ser independente, mas vou acreditar que esse meu medo só trará benefícios para mim!!
    Abraço.

  27. Tenho medo de nao me realizar profissionalmente…