Mídia Kit: uma nova ideia para seu negócio de marketing digital

Fonte da imagem: http://www.ferramentasblog.com/wordpress/wp-content/uploads/2013/04/banners-gigantes-adsense-970x90-300x600.png

Banners gigantes – Adsense

Quando se fala em marketing digital, uma parte dele é indispensável para quem tem um blog, seja ele pessoal ou não, e também para quem tem algum interesse em expandir comercialmente. Estou falando do mídia kit.

É através do mídia kit que os anunciantes avaliam a relevância das informações, que são encontradas no material de comunicação, para compra de espaços publicitários na internet.

Estratégias de conteúdo para o material de comunicação

A estratégia mais simples para gerar receita com esse modelo de negócio é desenvolver conteúdos de qualidade e saber como envolver o público-alvo no mundo digital.

Atualmente, o planejamento em marketing digital é fundamental em tempos de “guerra dos conteúdos”, onde o assunto/tema que for mais visualizado torna as estatísticas do blog mais atraentes para o mídia kit e, principalmente, ao olhar do anunciante.

Um jeito de atrair novos anunciantes é avaliar o potencial das suas postagens, alimentar o blog todos os dias, interagir com os seguidores nas redes sociais e oferecer a eles a oportunidade de experimentarem os anúncios por tempo limitado. Crie também formulários de neswletters no site para atrair tráfego qualificado, que seja convertido em vendas ou em contatos, desse modo os visitantes que derem opt-in receberão comunicados sobre os mais diversos assuntos de seu interesse.

Modelo usual de mídia kit

De forma geral, o mídia kit deve responder às perguntas que os anunciantes fariam a você.

É importante dizer sobre que assunto(s) você escreve no seu blog e para quem você escreve os seus artigos. Vale citar quando ele foi criado, os temas sobre os quais você escreve, os prêmios que tenha recebido e o que mais for importante para mostrar o seu trabalho.

Diga quem você é, o ramo de atividade que trabalha, o que estudou. Enfim, tudo que o capacita como autor.

Informe a quantidade de visitas que você recebe por mês, de onde elas vêm, o seu público e todas as informações que você tiver sobre o perfil do público, como faixa etária, sexo e classe social.

Descreva quais são os tipos de anúncio que trabalha, onde eles podem ser posicionados e qual seu valor. Uma ótima ideia é mostrar um mapa do seu blog, mostrando exatamente onde ficarão os anúncios.

Informe como o anunciante deverá contatá-lo caso deseje contratar um espaço publicitário. Deixe seu e-mail, telefone ou formulário de contato.

Fonte de mensuração confiável

Abaixo, estão algumas dicas de onde você pode obter as informações que farão parte dos dados do mídia kit:

  • O Google Analytics é uma ferramenta excelente para mensuração de resultados e uma confiável fonte de informações para diversos itens que compõem o mídia kit. O relatório “Público-alvo / Visão geral” mostrará as “Visualizações de página” nos últimos 30 dias.
  • Ainda no Google Analytics, o relatório “Público-alvo / Geográfico / Localização” lhe mostrará os países e estados de origem de seus visitantes.
  • A ferramenta mais completa para monitorar o perfil de quem visita seu blog é o Navegg Analytics. Algum tempo após instalá-lo em seu blog ele passará a mostrar informações dos seus visitantes, como faixa etária, classe social, sexo e outras.

Valor a ser cobrado pelos anúncios

O valor a ser cobrado costuma ser um grande problema ao elaborar um mídia kit. Infelizmente, não há uma fórmula matemática para isso, pois o valor pode variar muito dependendo do nicho do blog, número de visitas, perfil do público e outros fatores.

Há, no entanto, algumas dicas para orientá-lo nesse sentido:

  • No caso de banners, uma possibilidade para você “medir” o preço de um espaço é colocar nele um anúncio do Google AdSense e avaliar quanto ele renderá a você. Só valerá a pena aceitar um anunciante fixo se ele lhe pagar mais do que você obteria com o AdSense pelo espaço.
  • Também vale a pena pesquisar blogs concorrentes, especialmente os que tratem dos mesmos temas que você e, preferencialmente, com número de visitantes similares aos seus.
  •  Após publicar os valores iniciais que você cobrará, é importante acompanhar a procura pelos anúncios. Se muita gente quiser anunciar pelo valor que está sendo cobrando, significa que o valor está baixo e você pode aumentá-lo. Se ninguém quiser anunciar, é sinal de que deve baixar o preço. Com o tempo, você chegará a valores justos.

Conclusão

Unindo as estratégias de marketing digital com as informações do blog, você conseguirá montar o seu próprio mídia kit e obter estatísticas melhores que as do concorrente. Mas, não se esqueça: após montá-lo, também é importante realizar atualizações periódicas, tanto nas informações de visualizações e perfil do público quanto nos valores dos anúncios.

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.