Minha experiência com o Uber – usuário e motorista

Conheci o Uber em fevereiro de 2016, no Rio de Janeiro, por recomendação do filho que já havia utilizado em São Paulo e gostou. Moral da história: Fiz e gostei, tanto do preço do serviço quanto do atendimento e dos mimos.

Em Salvador, minha terra, o serviço só chegou em abril de 2016. Continuei utilizando e gostando, até que o filho chega em Salvador de férias na maior pressão: “Meu Pai você tem que ser Uber, tenho professores na faculdade que são Uber, tenho colegas que são Uber…” É muita pressão para um mês de férias.

Fui pesquisar sobre o serviço, como funciona, possibilidades de ganho financeiro, e… Como todo Professor… Tenho que observar o que e como posso ganhar aprendendo.

Então, seguindo a linha acadêmica de todo Professor, fui em busca do significado, afinal, as pesquisas devem sempre iniciar por definição de termos, daí:

Über (com trema) é uma palavra alemã que significa “sobre”, “por cima de”, “acima de”, “além”, “acerca de”. Em alemão, pronuncia-se “iuba”.

O termo também é utilizado como gíria que significa super, mega, ultra, muito, melhor, cool. É utilizada para expressar admiração, surpresa, espanto ou para salientar que alguma coisa é excepcional, é o máximo, é tudo de bom. Por exemplo: uber música, uber jogo, uber festa, uber fashion etc.(https://www.significados.com.br/uber/ > ACESSADO EM 24/11/2016 – 21:23H)

Pronto, consegui me encontrar! Eu enquanto profissional de marketing e acadêmico, me encontrei em uma palavra que resume o que toda e qualquer empresa deve buscar: Proporcionar uma experiência de consumo duradoura, encantadora e de grande relevância para o consumidor. Definir a palavra Uber abriu uma janela de oportunidades.

Em seu livro Marketing de relacionamento, Itzhak, defende que a prioridade da Empresa sempre deve ser a busca pela fidelização, entra em aspectos melindrosos, como falar de dinheiro, mas justifica que, sem investimento nunca conseguiremos diferenciar nossa marca da concorrência.

uber-11

Daí vem Porter e afirma em uma das suas estratégias genéricas que a Organização deve ser líder em custos, casando perfeitamente com os princípios da empresa Uber, que busca fidelizar o Cliente pelo encantamento no serviço com um custo de desembolso menor para o Cliente.

Dentre as minhas áreas de atuação, treinamento em vendas e atendimento é nosso produto mais procurado. Então, neste trabalho como Motorista Uber (eles chamam de Parceiro Uber), tenho colocado em prática muitas das estratégias e posicionamentos que prego e defendo.

No carnaval de Salvador existe uma mistura de gente, de classes sociais, de cores e tipos de gostos, no Uber, não sabemos quem vai entrar no carro, no máximo deduzimos pelo bairro que fomos chamados, e mesmo assim, o erro da dedução é muito grande.

Entra no carro um médico, advogado, doméstica, diarista, fisioterapeuta, fonoaudióloga, atletas, jovens indo ou voltando da balada, já entraram umas senhoras (bem senhoras mesmo) e ficaram me sondando… Como diria… Direcionando conversas elogiosas demais (RSRSRSRSRS).

Sai do carro uma pessoa e entra outra de um perfil de comportamento completamente diferente. E é aí que entram as aplicações do que ensino sobre atendimento: Cada pessoa deve ser tratada de um jeito diferente, cada pessoa gosta de uma atenção maior ou menor, o grande lance do aprendizado em colocar em prática no Uber é que no varejo você está olhando nos olhos do Cliente e no carro se fizer isso vai terminar se envolvendo em acidente.

No varejo podemos estudar os gestuais, acompanhar o olhar, no carro é percepção, apostar em uma linha de conversa e estar MUITO atento ao rumo em que a prosa vai tomar, e junto a isso a discrição com que tratamos qualquer assunto e o respeito as posições.

Já entrou em meu carro casais homo, tanto meninos quanto meninas, e nos dois casos uns bem abertos e gostam de conversar e uns bem fechados que nada falam e outros que usam o carro para trocar beijos.

Descobri que meu inglês está muito ruim (sem praticar já era) e senti uma forte necessidade de fazer um follow up, pois em Salvador, turistas estrangeiros não faltam.

uber-21

Enfim, o Uber tem se mostrado uma ferramenta de estudo de marketing encantadora, da ferramenta atendimento e fidelização, é claro! Ainda não descobri um tema legal de pesquisa, para aplicar questionários, mas quem sabe você que está lendo propõe algum tema…

Outro ponto de aprendizado fantástico é a gestão financeira, controle de custos, cuidados com a saúde, divisão de tempo – sim, é viciante ficar dirigindo o dia inteiro, conhecendo gente nova, desejando saber quem será o próximo, e afinal, Uber é Part Time.

Eu moro em Salvador há 33 anos, e por ter passado 23 na indústria farmacêutica acreditava que conhecia a cidade… Balela, Salvador é muito grande, cheia de ruas, e lembrando a música de Gilberto Gil, “ entra em beco, sai em beco…”, tem ruas estreitas que só um bom piloto para entrar e manobrar, ladeiras que um carro mil cilindradas não sobe e caminhonete não desce e esta parte do aprendizado é fantástica também.

E uma característica minha que me deixava preocupado, o estresse, não sou e nunca fui de abaixar o vidro para discutir, mas solto meus palavrões dentro do carro, o que irrita muito minha esposa. Mas, ao vestir a fantasia, o uniforme Uber, encarei uma outra realidade, a de que se me estressar desistiria deste trabalho, e de que devo proteger o Cliente e proporcionar para ele uma experiência de consumo insuperável, fidelizante, tanto pela calma ao dirigir, quanto pela destreza.

uber-3

Estes primeiros 40 dias como Parceiro Uber tem sido enriquecedores, estou aprendendo comigo mesmo e com os Clientes, com a cidade e com os maus educados no trânsito, tenho aprendido a gerenciar o tempo e a montar estratégias de identificação de melhor local para iniciar o trabalho e paciência para esperar o próximo chamado, sim, paciência, pois se esperamos uns 10 ou 15 minutos e saímos, podemos estar perdendo tempo em um lugar e ao sairmos, pode surgir um chamado.

Esta experiência com o Uber tem me deixado mais rico. E com relação aos ganhos, bem, só poderei dizer depois de uma avaliação mais criteriosa sobre custos e desejos de ganhos. Afinal, trabalhar demais, nesta época da vida, não é prudente.

Escreva para comentar este artigo, propor temas de pesquisa, leia outros colunistas, este blog é para nosso aprendizado e crescimento. professorfreire@academiadavenda.com.br – Estou te esperando

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2 comments

  1. Nobre e distinto Amigo, como sempre surpreendendo de forma prazerosa para com o Saber próprio e de terceiros, o que lhe faz ser um excelente exemplo de como perseguir um objetivo, tendo o saber como base do desenvolvimento de um Ser Humano, que deseja algo além do vil metal.
    Difícil apresentar sugestões a um Estudioso como você, desta feita resta-me aguardar maiores aprendizados advindos de mais esta muito importante experiência pratica e objetiva.
    Meus sinceros cumprimentos e respeitos.

    • Prezado Ruiter. Palavras motivadoras…. mas sempre temos algo a acrescentar, afinal…. mesmo sabendo muito, somos dependentes d quem sabe mais e sempre tem. O bom é quando nos sentimos elogiados por grandes como você é assim a responsabilidade aumenta.

      -1