Pesquisa e estratégia mercadológica

Quando falamos em pesquisa de mercado sabemos que é importante conhecer as mais diferentes variáveis que compreendem o marketing, seja: comportamento de compra e consumo,  tendência de mercado, …,   e não podemos desconsiderar fatores externos como: economia, sociedade, tecnologia, cultura, ambiente e ecologia, legislação e política também . Essas áreas interferem diretamente nas ações tanto de pesquisa, como lançamento de novos produtos e etc.
Abaixo compartilho um conjunto que pode servir como norteador para a área estratégica de marketing. Não tem como falar de pesquisa de mercado, sem falar de estratégia. E não se pode definir pesquisa de mercado como simplesmente um conjunto de perguntas com um determinado objetivo. 
“Esse conjunto coerente e integrado de decisões que considera as escolhas e os objetivos da organização para definir seu mercado-alvo, o(s) produto(s) adequado(s) para este mercado, com preço(s) que possibilite(m) que este mercado possa “adquirir” tal(is) produto(s), em local(is) que o consumidor “alcance” esse(s) produto(s). Para comunicar, são escolhidos instrumento(s) e mídia(s) que “chegue(m)” até o consumidor, para que este “compre” e dessa forma a organização/empresa obtenha seu lucro/retorno de capital investido por ter “agregado valor” em forma de bens+serviços+informações”. (Doroty Roma)
Fica demonstrado claramente que a pesquisa está envolvidanesse processo de conhecimento:
  • Definição de mercado Consumidor: fundamental conhecer a área em que a promoção e venda vai atuar.
  • Produtos adequados para o mercado alvo: é primordial verificar se o produto está de acordo com as necessidades do mercado definido.
  • Preços que possibilitem a aquisição do produto: o preço precisa estar em sintonia com o produto e mercado, não pode ser abusivo, como não pode ser “de graça”também.
  • Local que alcance o mercado alvo: defina a praça inicial e os demais locais a serem atingidos.
  • Comunicação: verifique a tiragem do jornal ou revista por exemplo, a distribuição, ou se for um site:conheça as estatísticas que envolvem o canal de comunicação.
Eu presenciei uma situação onde uma determinada empresa que atua numa região disponibilizou profissionais para entregar folders da empresa(que a propósito tinha uma excelente apresentação), e depois de andar uma quadra, vi o lixo repleto desses folders, ou seja: embora aquele local fosse realmente o adequado para essa panfletagem, ainda assim pessoas que não tinham o perfil alvo foram abordadas, o que quero dizer com isso é que mesmo tendo o mercado e as demais variáveis bem definidas, ainda assim é possível que a campanha não seja 100% assertiva. E a pesquisa vai auxiliar que essa ação tenha seus riscos mitigados.

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Leave a Reply to Marcos Moraes Cancel Reply

3 comments

  1. Marcos Moraes

    >Ótimo texto Priscila. Complementando seu exemplo, lembro das milhares de vezes de quando estou andando e me entregam um folder (muitas vezes horrível esteticamente) de apliques para cabelo. Diversas vezes quando alguém vem entregar um panfleto e você já imagina do que pode ser (cursinhos são mestres nisso), digo de cara um educado "não, obrigado". Pesquisa é tudo, mas no varejo, em 90% das vezes esta ação é feita completamente às avessas.

  2. Priscila Stuani

    >Obrigada Marcos.
    É verdade! Entregar simplesmente um folder para ñ é a solução. Acho que falta muito ainda para as empresas aprimorarem esse setor.