Olá, pessoal! Aqui estamos nós para continuar nossas conversas sobre Marketing e Planejamento Estratégico. Hoje vou falar um pouco, sobre como incluirmos alguém muito importante em nosso Planejamento… o Consumidor !!!

Vocês já pararam pra pensar o quanto é importante analisarmos o comportamento do nosso público alvo? Não só dos compradores, mas daqueles usuários finais, aqueles que vão efetivamente utilizar nossos produtos? Já pensaram em inclui-los ou os incluíram em seu Planejamento Estratégico?

Pois é, é essencial sabermos quem é, o que faz, como faz, porque compra, onde compra, quem influencia quem e como cada consumidor interage com nossos produtos.

Recebemos diariamente, e no decorrer de nossa vida, diversos estímulos e fatores de influência que somados nos levam à decisão de compra ou não, de determinado bem ou serviço.

Esses fatores de influência podem ser internos, relacionados às características pessoais de cada ser humano, ou externos, baseados em estímulos que vêm do micro ou macroambiente ou ainda das relações sociais que cada um cultiva durante a vida.

Por isso não basta pensarmos no Planejamento Estratégico tão somente como um conjunto de ideias e conhecimentos fixos que não produzam resultados, mas antes temos que ter em mente que ele é flexível tanto quanto o é o mercado. E quem está no extremo do mercado tornando esse cenário tão dinâmico? Claro,  nosso consumidor final, nosso público-alvo.

Lembrando que, segundo Schiffman e Kanuk, existem dois tipo diferentes de consumidores, a saber:

  1. Consumidor pessoal: aquele que compra bens e serviços para seu próprio uso, para o lar ou para algum amigo ou parente (usuários finais ou consumidores finais), pois nem sempre o consumidor ou usuário é a mesma pessoa que compra.
  2. Consumidor organizacional: empresas, órgãos governamentais, instituições civis, e entidades sem fins lucrativos, sendo que neste grupo o processo de compra envolve certas peculiaridades e possui maior complexidade.

O planejador tem que estar constantemente em contato com o micro e macro ambiente, tem que ser um eterno curioso, tem que estar atento aos desejos, necessidades e ansiedades do consumidor e principalmente tem que estar antenado às mudanças de cenário causadas por ele. A informação é um diferencial competitivo para quem planeja e é ela que vai ditar o momento exato de se reavaliar o Planejamento.

Muitos autores procuram identificar alguns traços comuns no comportamento dos consumidores com o objetivo de agrupá-los e segmenta-los, porém cada dia mais aumentam as diferenças entre eles, mesmo aqueles que pertencem a determinado segmento. Como consequência disto, algumas empresas desenvolvem estratégias direcionadas e personalizadas, porém cada mudança deve estar prevista no Planejamento Estratégico o que nos leva a entender a necessidade deste ser sempre flexível às mudanças de cenários.

Bom, aqui fica a dica, existem várias formas de se analisar o Comportamento do Consumidor, então porque não começar a usa-las?!

Gostaria de compartilhar com vocês, amigos e leitores do Implantando Marketing, que este assunto tem me fascinado e o motivo de me sentir desta forma foram as gratificantes aulas que tive com a querida mestra, Dra. Lideli Crepaldi.  Obrigada, Lideli, por compartilhar conosco este conhecimento!

Um grande abraço a todos e até a próxima!

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Leave a Reply

2 comments

  1. Muito bem lembrado Bel. Muitas vezes nos satisfazemos em criar algo criativo, inovador ou fantástico… Mas se não houver aderência por parte do cliente, tempo jogado fora.

    Dá para notar que você gosta desse assunto, coloca as coisas com clareza e objetividade, essa é a diferença entre um conteúdo de qualidade e relevante.

    Beijos Bel

  2. listeners use their senses to evoke positive, who explains that images can be powerful catalysts for psychological change because they are formed in the more primal, a franchise record.Lie No. however, Wrong. when all of the sudden,” (TCM,” (HBO,” The loss ended the Kings’ budding winning streak at two games.
    [url=http://www.career1.com/fr/Airmax1pascher.html]air max 1 pas cher[/url]
    air max 1 pas cher