Refletindo sobre o Marketing Esportivo

Agora que passou a euforia da Copa do Mundo, vamos falar um pouco sobre Marketing Esportivo. O que é e como funciona?!

Comecemos pensando o que é esporte, o que evoca nas pessoas e quais as necessidades do nosso público alvo (persona), que podemos satisfazer?

A princípio podemos dizer que é um espetáculo de entretenimento, porém será que se reduz ao entretenimento?!

O esporte traz um certo grau de magia para o consumidor e permite que este sinta e viva esta magia como se fizesse parte do seu mundo real. O esporte evoca os diferentes sentidos e fascina grande parte do seu público. Mexe com a emoção! Felicidade, desespero, frustração, glória, derrota, competição, tudo isso envolve o ser humano de tal forma que este procura inspiração e motivação dentro dos esportes para dar sentido à vida.

Pensar na relação entre Marketing e esporte a princípio nos coloca entre três vertentes de produtos:

  1.  Produto Esporte: atividades físicas e esportivas e eventos esportivos;
  2. Produtos relacionados ao Esporte: produtos industrializados tangíveis;
  3. Produtos não relacionados ao Esporte: aqueles que não têm relação direta aos esportes.

Produtos relacionados ou não ao Esporte trabalham a imagem do esporte como apelo, buscando os sentidos em função do que o esporte significa na mente do consumidor, seja dentro do cenário esportivo, como quadras, campos, piscinas, ou por meio das celebridades. É importante que encontremos valor dentro da imagem do esporte para determinado publico alvo.

Um exemplo da abrangência e magnitude que o apelo do marketing esportivo pode alcançar, o valor da sua imagem e o quanto afeta o homem, que podemos citar, foram os Jogos Olímpicos de Inverno em 1998, em Nagano, Japão.

O então secretário-geral das Nações Unidas, Kofi Annan, conclamou a trégua olímpica, retomando a memória dos jogos desde Olímpia, quando as armas eram depostas em prol da paz para que os atletas pudessem participar dos jogos e suas famílias pudessem assistir em meio a uma atmosfera de trégua.

Concluímos assim que os esportes podem suplantar diferenças entre as pessoas e entre as nações, sejam estas religiosas ou políticas e cabe ao Marketing encontrar essa ligação para satisfazer as necessidades do seu público.

Quanto aos produtos relacionados ao esporte podemos citar empresas como a Adidas que sempre teve suas ações voltadas aos produtos esportivos sempre com objetivo de melhor atender as necessidades do esporte, protegendo o atleta contra lesões e criando produtos duráveis. Foi a primeira empresa a criar um vínculo entre a marca e o esporte.

E finalmente, produtos não relacionados ao esporte, mas que obtém sua fatia de mercado através do Marketing Esportivo. Neste caso podemos citar um exemplo de ações da Pirelli, quando contou com um esportista para lançar um novo tipo de pneu.

Um fator muito importante que deve-se levar em consideração quando definir uma ação que envolva celebridades esportivas ou times é que qualquer acontecimento que os negative, pode também negativar o seu produto, por isso muita atenção para ter jogo de cintura e aproveitar esse momento negativo para dar uma revira volta e ainda transformar o negativo em vantagem para o consumidor.

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.