Segurança Digital para o usuário

O mundo digital é formado por variantes assim como na vida real. Mas assim como devemos nos atentar todos os dias em nossa rotina, a segurança das pessoas que amamos e a nossa também.
Estamos sempre atentos nas ruas, pessoas suspeitas, carros, motos e etc. Mas  é preciso ter cuidado de nossa vida digital também.

Quando falo da vida digital, me refiro a imagem que sustentamos nas redes sociais, nos serviços de banco on-line, em todas as conexões via internet. Para algumas pessoas a internet não representa nenhum risco, mas pesquisas mostram que a cada dia que passa, crimes digitais tem tomado uma proporção gigantesca.

Recentemente foi aprovada a lei que define como crime a invasão de computadores particulares, tendo em vista reduzir os crimes cibernéticos, roubo de senhas de cartão e invasão de contas de e-mail e redes sociais. Existe um porém, a lei será válida apenas para computadores protegidos por senhas, com proteção contra vírus e senhas nas redes domésticas de wi-fi.

A lei torna crime o acesso ao dispositivo alheio conectado ou não a internet, após violação da segurança do mesmo, como as senhas ou travas de segurança, com a intenção de destruir, alterar ou furtar dados sem autorização do dono do dispositivo.

A lei também é válida para quem vende, distribui ou oferece os dados coletados sem autorização com o objetivo de causar qualquer tipo de dano. O objetivo é punir quem cria e dissemina o vírus de computador, códigos que podem roubar senhas de bancos, e-mails e redes sociais.

Fato é que tanta acessibilidade deixa portas abertas para todos os tipos de pessoas e devemos estar atentos e tratar com a atenção devida os serviços on-line para evitar dor de cabeça.

Segue algumas dicas de segurança na internet:

  • Fazer compras no cartão em locais seguros;
  • Manter dispositivos fixos e móveis com senha de segurança;
  • Siga orientação do banco para acessos e realizações de serviços on-line;
  • Não clique em links desconhecidos;
  • Não divulgue dados pessoais (endereços, números de documentos, etc.) em redes sociais (Orkut, Facebook, Twitter, etc.).

Espero que sigam as dicas e façam suas compras de fim de ano de forma mais segura!

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Leave a Reply to Heron Xavier Cancel Reply

6 comments

    • Amanda Sú

      Obrigada Heron! =D

  1. Na medida que se democratiza o acesso a Internet e demais serviços vinculados, aumentam tbem os riscos, que se não esclarecidos corretamente aos usuários, podem causar complicações grandes.
    Boas dicas.
    Abraços a todos! :)

    • Amanda Sú

      Obrigada André!
      Abs.

  2. Eu me interesso muito por esses assuntos, e esse tema já foi objeto de pesquisa em que eu trabalhei… Qual a importância de manter regras de segurança em transações via web, qual impacto na imagem da empresa, como fica a marca em casos de crimes cibernéticos?

    Na Comissão de Crimes de Alta Tecnologia da OAB-SP sempre tem discussões relevantes e inclusive uma cartilha para difundir as melhores práticas de acesso a internet, principalmente com as crianças.

    Vocês podem ver: http://www.oabsp.org.br/comissoes2010/direito-eletronico-crimes-alta-tecnologia/artigos/oab-lanca-cartilha-para-ajudar-familias-a-usar-internet-de-forma-segura

    É um material muito bom.

    As dicas que você deu, Amanda, são básicas, mas muitas vezes as pessoas ou não se dão conta de certos perigos ou simplesmente pensam “ah! não vai acontecer nada” e quando menos se espera… Acontece sim!

    • Amanda Sú

      Obrigada pelo complemento de informações Priscila.

      Devemos tomar esses cuidados na rede.

      Abs.