Sem tempo para nada, Conectado em tudo.

Se você trabalha, estuda, pega uns projetos freelancer, acompanha alguns seriados e ainda tem tempo para ser viciado naquele game online, seja bem vindo.

A cada dia, novas tendências são criadas, novas tecnologias inventadas e novos itens viram objetos de desejo. O marketing se reinventa, e passa usar as novas tendências e inovações a seu favor. As empresas buscam humanizar mais a marca, já que a publicidade direta não é tão bem vista. Da mesma maneira que começam a enxergar e se adaptar internamente, pois sabem que mais da metade da população mundial tem menos de 30 anos, e consequentemente, irão trabalhar ou consumir seus produtos.

Redes Sociais, Storytelling, Gameficação, Mobile Marketing… e ainda existem diversas outras direções para divulgar marcas/produtos. Mas, estar por estar não adianta muito. As atuais gerações sabem manusear as novas tendências com tanta facilidade e com tanta freqüência, que transformam uma campanha de publicidade em um meme e destroem um projeto em questão de minutos. Não querem apenas consumir, mas sim fazer parte, produzir em conjunto.

Interagir, Engajar, Compartilhar, Gerar conteúdo (útil!). Se sua empresa fala nessa língua, você esta fazendo isso muito certo. O excesso de informação, nos deixa um pouco bitolado, e buscamos sempre algo direto e resumido. Já somos eternamente conectados, mas o prazer de sentar na frente do PC no conforto de casa, e ler/pesquisar diversos temas, é raríssimo. O smartphone passa a ser nosso melhor amigo, e por isso os designs responsivos, o mobile marketing, e a integração das redes sociais, é tão “normal” que as vezes nem percebemos o quão intensivo é isso.

Justamente pela “falta” de tempo, nos tornamos multitarefa. Ficar por conta de apenas uma coisa, é totalmente desanimador. O desejo e o desprezo por algo chega a ser mais rápido que uma partida de UNO, e a ansiedade crônica nos acompanha assim como nossos smartphones. E justamente por essa conectividade integral, não se estranhe em ver pessoas confundindo realidade com virtual. Eis que por conta disso, surge um conceito diferente: o Cibridismo. Nossos smartphones passam a ser uma extensão de nós, e a Nuvem quase um órgão.

Pois bem. Somos conectados, vivemos numa era única, onde é necessário se reinventar a cada dia para não cair no esquecimento ou ficar para trás. O excesso de informação nos transforma em especialistas em quase tudo, e a 3G é nossa fiel escudeira. Você esta utilizando essas tendências a seu favor? Se não, conecte-se já!

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Leave a Reply

7 comments

  1. Muita bacana esse texto. Vejo que muita gente está sempre por dentro de tudo, participam, compartilham. Mas o ponto que mais me chamou a atenção neste texto é o fato de que poucas pessoas pesquisam à fundo algum tema. Lê-se muita coisa, sobre diversos assuntos, mas em geral o conhecimento fica na superficialidade. São tantas as informações na internet e a vontade de “ficar por dentro” de tudo, que as pessoas perderam o propósito da reflexão. Esse comportamento se reflete muito em áreas da comunicação, como design, produção de conteúdo, publicidade, jornalismo. Exige-se muita velocidade para criar e produzir, e o pouco tempo dedicado à reflexão tem empobrecido um pouco a criatividade…por isso vemos tanta coisa que se resume em mais do mesmo.

    • Arthur de Castro

      Pois é Janaina, a velocidade da informação, acelera as noticias e dificulta os enfoques em determinados assuntos, principalmente pelo fato do corre-corre do dia-a-dia. Justamente por isso, buscamos estar sempre ligados, para não ficar por fora de nada, e buscamos mais resumos, pra “economizar” o pouco tempo que temos livre.

  2. Oi Arthur!

    Não sou “viciada” em games, e sim aqui no Projeto IMKT, rs.. Me identifiquei, viu!

    Mais do que nunca, a questão de ter FOCO, seja na relação pessoal ou profissional, é fundamental para ter êxitos nas ações, e as ferramentas podem colaborar para alcança-los.

    Não tem como não estar conecatado mesmo.

    • Arthur de Castro

      Priscila!! que bom que você gostou =)
      a primeira parte do texto não foi focada só em quem faz aquelas coisas, foi querendo dizer realmente que fazemos N coisas ao mesmo tempo.

      ter FOCO é sempre crucial, principalmente nos dias de hoje, onde muita gente sabe de muita coisa, mas entende a fundo poucas.

      o cibridismo é um conceito muito interessante, essa “conexão eterna” rende muitos assuntos, e é legal parar pra analisar isso alguns minutos na rua por exemplo, como vemos pessoas conectadas.

  3. Ótimo tema, ARTHUR.
    Infelizmente a velocidade e a pluralidade dos dias de hoje nos condenam a sermos/ficarmos superficiais. No trabalho, nos estudos, até nas relações pessoais.
    Resta-nos o aprofundamento em nossas paixões quase como uma válvula de escape à superficialidade geral.
    E é nessa paixões que devemos buscar a realização profissional. Pois do contrário seremos condenados a “boiar” na superfície.
    Boa sorte e sucesso a todos nós!
    Abraços! :)

  4. Flávia Morgana

    Hehehe me identifiquei demais!
    Viciada em Angry birds, redes sociais, Imkt, faculdade, seriados e tudo mais!!
    Mas sem deixar minha vida de lado, amigos, namorado, etc rsrsr
    ótimo post! Parabéns Arthur!

  5. Pingback: Microtédio, em busca dos segundos de atenção — Blog de Marketing Digital e Moda