Gestores da Fundação Vale pertencentes as áreas de comunicação, marketing, jurídica, patrocínio, recursos humanos e responsabilidade social corporativa se encontraram no dia 06/02 com secretário de Fomento e Incentivo à Cultura, Henilton Menezes, para discutir questões relativas ao patrocínio de projetos culturais no Brasil.
Esses tipos de encontros são importantes para melhoria do marketing cultural no país, pois aproxima o órgão governamental dos principais patrocinadores brasileiros e promove a construção de soluções para otimizar o atual mecanismo de fomento à cultura.

Para se ter uma idéia foram debatidas questões relativas a estrutura e governança do Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac), o aperfeiçoamento da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet), o funcionamento da Comissão Nacional de Incentivo à Cultura, a necessidade de fortalecimento do Fundo Nacional de Cultura, o modelo dos editais e as formas de investimentos na Região Norte do país.

Debater alternativa para a melhoria do incentivo fiscal na área da cultura é essencial. Espero que ao longo de 2012 possamos comemorar os resultados positivos disso e que mais empresas percebam a importância de se investir na cultura do país.

 

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Leave a Reply to Ju Rezende Cancel Reply

3 comments

  1. Priscila Stuani

    >Bom saber viu Eliana.
    Espero que muito em breve você possa compartilhar boas notícias sobre isso aqui!

    Abraços,

  2. Ju Rezende

    >Espero que o Brasil aprenda a valorizar a cultura e a importância que ela tem na formação do indivíduo.

  3. Anonymous

    >Boas perspectivas para o Marketing Cultural!

    Abraço,

    Tati.