Curador de Dados: o novo Estrategista da Informação

O curador de dados é o novo estrategista da informação empresarial. Ele busca, além de qualificar e organizar a informação, criar ferramentas para que elas sejam utilizadas de maneira eficiente.

A informação sempre foi a busca principal do marketing empresarial e para qualquer análise é necessário informação qualificada e eficiente. Já na década de 50 e 60 a indústria buscava qualificar ao máximo a informação recebida do consumidor e do mercado, assim nasceu o marketing.

Com o tempo se percebeu que não bastava ter informação, era necessário coletar, organizar, analisar e utilizar esta informação de forma rápida e eficiente. Com as mudanças na forma de se comunicar as empresas criaram os SAC’s (Serviços de Atendimento ao Consumidor) para tirar as dúvidas e coletar a informação dos clientes de forma bruta.

Ao longo do tempo os departamentos de estratégia de marketing tomaram forma e junto com eles a necessidade de se construir bancos de dados para que as informações pudessem ser analisadas de forma rápida. Com está nova dimensão de “Banco de Dados” o programa Access se tornou a vedete do momento, onde as pessoas podiam criar suas próprias estruturas de informação que iam de acordo com as necessidades de cada situação.

Os famosos Bancos de Dados em Access foram úteis durante muito tempo e serviram de base para construção de plataformas mais eficientes como os sistemas SAP/BW e nos últimos anos o termo “Lago de Dados” tem se popularizado. Eles representam um local que recebe dados, em estado natural, de diversos locais em grandes quantidades sob estruturas planejadas para serem processados e armazenados.

Mas novamente a tecnologia mostra sua força e derruba este conceito em apenas 3 anos, hoje já se fala o termo “Fluxo de Dados”.

O conceito de diagramação de sistemas por fluxo de dados iniciou na década de 70 com a necessidade de criação de sistemas de processamentos computacionais, hoje eles representam uma nova possibilidade de análises que busca “Análises de Tendências em Tempo Real” no lugar de “Análises de Médias Históricas de Resultados”. Essa grande alteração só foi possível graças aos sistemas de Inteligência Artificial que conseguem “Filtrar Dados em Grande Escala” e direcionar resultados em tempo real a aplicativos que auxiliam os departamentos operacionais das empresas.

As plataformas evoluíram e a forma de analisar a informação também, com isso nasceu o “Analista” que é denominação mais comum do profissional que cuida da informação seja ela de qualquer setor da empresa. Por isso temos Analista de RH, Analista de Administração, etc. Hoje,  o termo está banalizado. Em muitos casos, o analista é só um cargo operacional, responsável por organizar os dados e gerar informações para análises, que são feita em geral pelo Gerente ou Supervisor de cada área.

Com o advento das novas tecnologias e a capacidade de se coletar informações de novas maneiras, o banalizado “Analista” se tornou obsoleto e a partir dele nasce nos dias de hoje o “Curador de Dados”.

O Curador de Dados é o novo Estrategista da Informação pois ele é capaz de Captar, Organizar, Analisar, Armazenar, Validar, Excluir e tornar Acessível as informações aos diversos setores da empresa.

O termo Curador de Dados nasceu há uns 2 ou 3 anos e representa o profissional que tem conhecimento das novas tecnologias, principalmente do BIG DATA. O curador conhece os diversos recursos tecnológicos que podem ser utilizados para coletar e organizar a informação, e criar ferramentas que possam ser utilizadas para disseminar a informação de forma rápida, eficiente e produtiva.

Atualmente, existem três palavras chaves para representar a eficiência da Informação:
– Qualidade da informação
– Padrão da Informação
– Velocidade da informação

Estes padrões são responsáveis pela eficácia da informação que é utilizada na empresa. No vídeo abaixo por exemplo, eu mostro a importância da velocidade da informação.

Na minha visão o papel principal do curador de dados é a capacidade de mesclar diversas fontes de dados que aumentam o escopo de análise dos setores de estratégia e inovação de cada departamento.

O curador de dados tem a missão de ser o principal elo entre o Analista de Dados, o Cientista de Dados e o Engenheiro de Dados.

Um curador de dados deve ser capaz de acelerar as informações certas pois conhece uma grande parte do operacional necessário para construir uma estrutura de dados eficiente que realmente forneça informações rápidas, de qualidade e eficientes para contribuir de maneira efetiva ao processo operacional.

Hoje com as mudanças flutuantes dos processos tecnológicos e operacionais a informação tem um “Ciclo de Vida”, podendo ser eficiente hoje e amanhã, já se torna obsoleta sendo um estorvo de análise.

Com isso o curador de dador é o novo estrategista da informação, aquela pessoa que vai olhar a informação e dizer: Sim, deve ser utilizada! Ou Não, ela não é mais eficiente!

Se hoje você não se preocupa em ter um profissional que vai olhar as informações de sua empresa de maneira que possam ser eficientes, você com certeza está um passo atrás das principais empresas de sucesso do futuro.

O futuro da informação passa obrigatoriamente por um estrategista de dados que vai qualificar, organizar e criar ferramentas que possam transformar a informação em uma vantagem competitiva.

O Curador de Dados é um termo que será muito mencionado nos próximos anos quando se falar em marketing estratégico, pois mais do que analisar ele vai transformar a informação que é captada em sua empresa de forma que ela seja utilizada de forma rápida, prática e eficiente.

Fontes:
https://www.talend.com/blog/2018/02/20/structure-business-better-use-of-data/
https://www.dremio.com/the-role-of-the-data-curator/ https://whatis.techtarget.com/definition/data-curation
http://www.ukoln.ac.uk/ukoln/staff/e.j.lyon/150.pdf
https://tdwi.org/articles/2018/01/26/diq-all-rise-of-the-data-curator.aspx
https://blogbrasil.westcon.com/curadoria-de-dados-em-ti-eleva-o-valor-de-big-data-para-um-novo-nivel
https://www.devmedia.com.br/papeis-estrategicos-e-de-negocio-da-gestao-de-dados-nas-organizacoes/26010

FAÇA PARTE DO PROJETO

O Implantando Marketing visa a união dos profissionais das áreas de Marketing e Comunicação Empresarial e busca formas de divulgação e crescimento dessas áreas através da Implantação de Departamentos de Marketing e Comunicação em pequenas e médias empresas. Para isso, compartilhamos experiências e conhecimentos necessários aos profissionais e empreendedores que querem se beneficiar dessa Implantação. Envie o seu currículo e escolha um dos núcleos do projeto.

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.